Tiguila (PPS) e Yatecola (PT do B) foram os que mais fiscalizaram o Executivo, no 1º semestre; juntos, eles apresentaram 58 requerimentos

Da Redação
12/07/2016 19:37:00
Tiguila (PPS) e Yatecola (PT do B) foram os que mais fiscalizaram o Executivo, no 1º semestre; juntos, eles apresentaram 58 requerimentos

ELEIÇÕES 2016 Tiguila (PPS) e Yatecola (PT do B) foram os que mais fiscalizaram o Executivo, no 1º semestre; juntos, eles apresentaram 58 requerimentos

[imagem] De janeiro a junho, a Câmara de Paulínia aprovou 258 pedidos de informações e cópias de documentos, ao prefeito Pavan (PSDB)

No primeiro semestre do ano, a Câmara Municipal de Paulínia realizou 12 Sessões Ordinárias. Neste período foram aprovados 258 Requerimentos, apresentados por todos os vereadores, cobrando diretamente ao prefeito José Pavan Junior (PSDB) informações sobre ações do governo para solucionar os mais diversos problemas da cidade, bem como solicitando cópias de documentos referentes a contratos firmados pela administração pública municipal.


Segundo dados oficiais do Poder Legislativo Municipal, nos seis primeiros meses de 2016, os vereadores Tiguila Paes (PPS) e Gustavo Yatecola (PT do B) foram os que mais questionaram o Poder Executivo, respectivamente, com 33 e 25 Requerimentos aprovados em Plenário. Em seguida, vem os vereadores Custódio Campos (PT) 23, Marquinho Fiorella (PSB) e Sandro Caprino (PRB) 22 cada, e Edilsinho Rodrigues (PSDB) 21. Nas últimas colocações estão João Pinto Mota (PSDC), Flávio Xavier (PSDC), Angela Duarte (PRTB), Doutor João Mota (PV), e Marquinho da Bola (DEM), respectivamente, com 13, 12, 11, 7 e 4 Requerimentos aprovados (confira ranking geral, abaixo).

O Requerimento é uma importante ferramenta à disposição do trabalho fiscalizatório dos vereadores. Por lei, o prefeito municipal tem 30 (trinta) dias, a partir do recebimento, para responder os questionamentos dos vereadores, entretanto, tradicionalmente, este prazo é ignorado pelos Chefes do Poder Executivo Municipal. Além disso, muitos requerimentos nem são respondidos. Neste caso, o vereador pode recorrer à Justiça, para obter as informações e/ou documentos não fornecidos pela administração pública municipal.

Confira o ranking da fiscalização!

1º - Tiguila Paes (PPS)
33 Requerimentos

2º - Gustavo Yatecola (PT do B)
25 Requerimentos

3º - Custódio Campos (PT)
23 Requerimentos

4º - Marquinho Fiorella (PSB) e Sandro Caprino (PRB)
22 Requerimentos, cada

5º - Edilsinho Rodrigues (PSDB)
21 Requerimentos

6º - Fábio Valadão (PRTB)
18 Requerimentos

7º - Danilo Barros (PR)
17 Requerimentos

8º - Du Cazellato (PSDB) e Zé Coco (PV)
15 Requerimentos, cada

9º - João Pinto Mota (PSDC)
13 Requerimentos

10º - Flávio Xavier (PSDC)
12 Requerimentos

11º - Angela Duarte (PRTB)
11 Requerimentos

12º - Doutor João Mota (PV)
7 Requerimentos

13º - Marquinho da Bola (DEM)
4 Requerimentos

Dados: Site da Câmara Municipal de Paulínia

Foto: Correio Imagem/Arquivo


Comentar