“Hoje, a cidade se encontra em paz”, diz prefeito, no “Parabéns, Paulínia”, que reuniu milhares no João...

Da Redação
28/02/2016 20:54:00
“Hoje, a cidade se encontra em paz”, diz prefeito, no “Parabéns, Paulínia”, que reuniu milhares no João Aranha

[imagem] Embora não tenha sido divulgado nenhum balanço oficial, estima-se que mais de 5 mil pessoas participaram do “Parabéns, Paulínia – 52 anos”, hoje (28), no Ginásio de Esportes do João Aranha. Logo no início da tarde, a população começou lotar a quadra do ginásio, onde aconteceram os shows das bandas de música gospel Sonar e Save 37, apresentação do Hip Hop da Igreja Batista de Paulínia, e o tradicional corte do bolo, que este ano foi distribuído em embalagens plásticas, cada uma acompanhada de refrigerante.


Ao lado da esposa Lucila, o filho Pedro, a mãe Dona Edite Pavan, a vice-prefeita Vanda Camargo (PSDB), o delegado Marco Evangelista, vereadores, secretários e diretores municipais, o prefeito José Pavan Junior (PSB) aproveitou a oportunidade para fazer um pequeno balanço da Paulínia que pegou em fevereiro do ano passado e a de hoje, doze meses depois.

Segundo ele, quando reassumiu o cargo Paulínia devia R$ 220 milhões – dívida deixada pelo ex-prefeito Edson Moura Junior (PMDB), que teve o mandato cassado pela Justiça Eleitoral, dia 04 de fevereiro de 2015. “Mesmo com a crise econômica e financeira que atinge o país e todos os municípios, conseguimos praticamente liquidar essa dívida, da qual só restam a pagar R$ 20 milhões”, afirmou.

Pavan (PSB) relembrou ainda o estado precário que estavam áreas importantes, como Saúde, Educação e Segurança. “Encontramos 14 mil exames parados, faltavam mais de 500 remédios, havia uma fila de 1.000 crianças nas creches, a merenda escolar estava comprometida por falta de fornecedores que a prefeitura não pagava”, destacou, e enfatizou: “Toda essa situação mudou. Os exames foram regularizados, contratamos médicos, enfermeiros, técnicos, assim como professores e monitores para a Educação. A fila nas creches foi zerada no fim do ano passado”. 

Na área de Segurança, o prefeito destacou a queda de 30% no índice geral de crimes na cidade, desde que o seu governo promoveu a integração das três forças policiais – Guarda Municipal, Policias Civil e Militar. “O bom desempenho da Segurança de Paulínia qualificou nossos policiais para as finais do Prêmio Polícia Cidadã, do Instituto Sou da Paz”, comemorou.

Habitação
Durante o aniversário, Pavan (PSB) anunciou para breve a construção de novas moradias populares, dessa vez, segundo a assessoria de imprensa municipal, com a entrada dos imóveis paga pela prefeitura. Atualmente, encontra-se em fase de construção 1.320 apartamentos na Região do Bom Retiro. 

Informou também uma parceria com a ONG “Rancho Gnomos” para transformação completa do Parque Ecológico, fechado pela administração anterior. “Será (o parque) um exemplo que Paulínia dará ao Brasil e ao mundo”, disse ele.
 
O prefeito encerrou seu discurso falando sobre o clima de tranquilidade que tomou conta da cidade. “Hoje, a cidade se encontra em paz, e tenham certeza que farei o que for preciso para atender as necessidades de todos vocês”.

Comentar