Vereadora quer saber como foi investido o dinheiro da previdência dos servidores, nos últimos seis meses; requerimento ao presidente do...

Da Redação
13/12/2015 16:12:00
Vereadora quer saber como foi investido o dinheiro da previdência dos servidores, nos últimos seis meses; requerimento ao presidente do Pauliprev foi aprovado na última sessão

[imagem] Entre 2013 e 2015, Angela Duarte (PRTB) apresentou seis requerimentos ao instituto de previdência municipal


Na última sessão da Câmara Municipal de Paulínia, terça-feira (8), a vereadora Angela Duarte (PRTB) apresentou mais um pedido de informações ao Instituto de Previdência dos Funcionários Públicos de Paulínia – Pauliprev, dessa vez, sobre aplicações financeiras feitas com o dinheiro do servidor público municipal, no último semestre.

“Requeiro ao Presidente do Instituto de Previdência PAULÍNIA PREVI as demonstrações das aplicações realizadas em fundo de renda variável dos últimos seis meses com a devida juntada das cópias dos documentos usados para as alegações”, diz o texto do Requerimento 580/2015, de autoria da vereadora, aprovado por unanimidade. O documento será encaminhado ao atual presidente da instituição, Fábio Souza da Silva, que tem 30 (trinta) dias de prazo para responder os questionamentos, bem como apresentar cópias dos documentos solicitados. 

Fiscalização

Entre 2013 e 2015, a vereadora questionou o Pauliprev seis vezes, de acordo com o banco de dados do Legislativo de Paulínia, na internet. No mês de julho deste ano, Angela cobrou do instituto informações sobre as providências tomadas  em relação aos fundos de investimentos considerados “temerários” (de alto risco), que receberam aplicações financeiras do Pauliprev – veja a resposta do atual presidente. 

A vereadora também cobrou ao presidente Silva informações sobre a continuidade do contrato de locação do prédio do instituto, no Jardim América, alugado na gestão do ex-presidente Mário Lacerda, bem como solicitou cópias do processo de contratação, por R$ 65 mil, da empresa que elaborou o projeto de construção da sede própria do Pauliprev, na antiga gestão. 

Além disso, em 2014, a líder do PRTB na Câmara de Paulínia e servidora de carreira da Prefeitura questionou diretamente Lacerda sobre a compensação financeira do INSS, e, em setembro de 2013, convocou o então presidente do Pauliprev para esclarecimentos, sobre denúncias de supostas irregularidades no instituto.  O encontro com os vereadores, no Plenarinho da Casa, dia 21 de outubro daquele ano, foi marcado por muita tensão e longos debates.

Foto: Arquivo/CP Imagem

Comentar