Número de vítimas não caracteriza estado de emergência, mas o município está em alerta contra a...

Da Redação
19/03/2015 17:00:00
Número de vítimas não caracteriza estado de emergência, mas o município está em alerta contra a doença

[imagem] No início da tarde de hoje (19), a Secretaria Municipal de Saúde informou que 224 pacientes de Paulínia e mais 84 de municípios vizinhos, foram diagnosticados com dengue no serviço de urgência da rede, de 1 de janeiro a anteontem (17). Entretanto, segundo critério técnico do Ministério da Saúde, os números não deixam Paulínia em estado de emergência, como se encontram vários municípios da região, mas a cidade entrou em estado de alerta para o controle da doença. 


Segundo a assessoria de imprensa, a Prefeitura dobou de 10 para 20 o efetivo de agentes, responsáveis pela varredura, casa a casa, por toda a cidade, para combater o mosquito transmissor. 

As ações de controle à doença no município englobam desde o diagnóstico dos casos, o atendimento médico, a busca ativa de doentes, os bloqueios, que é o desarme dos criadouros e nebulização com inseticida, e a educação dos munícipes que são os principais parceiros, limpando suas casas e eliminando os focos do mosquito.

Paulínia, neste ano, é um dos poucos municípios da região a usar o teste rápido, adquirido com recursos próprios, para o diagnóstico e confirmação da doença, o que aumenta o potencial de identificação dos casos positivos. Essa ferramenta de diagnóstico é fundamental na detecção precoce dos casos, melhorando o atendimento ao paciente e o controle da doença.

Ainda segundo a assessoria de imprensa, a Secretaria de Saúde intensificará nos próximos dias as ações de campo com profissionais de outras secretarias, visando um maior controle da doença.

Foto: Ilustração

Comentar