O secretário de Saúde de Paulínia, Ricardo Carajeleascow também participou do encontro, ocorrido ontem (9)

Da Redação
10/03/2015 16:46:00
O secretário de Saúde de Paulínia, Ricardo Carajeleascow também participou do encontro, ocorrido ontem (9)

[imagem] Nesta segunda-feira (9), o vereador Fábio Valadão (PROS) esteve na Oxitec, conhecendo o trabalho tecnológico inovador de combate à dengue, desenvolvido pela empresa. Pioneira no campo de pesquisa do país, a Oxitec desenvolveu um método, já aplicado em algumas cidades com sucesso, que consiste na criação de mosquitos machos transgênicos, que são soltos para diminuir a doença.


Quando os adultos machos transgênicos do mosquito são liberados em campo, eles encontram instintivamente as fêmeas selvagens. Os filhotes desses cruzamentos morrem antes da idade adulta. O mosquito ajuda a reduzir a população das fêmeas, e, consequentemente, a transmissão da doença, pois só elas picam.

O secretário municipal de Saúde, Ricardo Carajeleascow, foi convidado pelo vereador e também participou da visita. A equipe foi apresentada à tecnologia, tendo inclusive oportunidade de visitar o laboratório e o passo a passo da criação do "mosquito do bem".

“Temos que ter consciência que o combate ao mosquito é tarefa de todos, mas felizmente existe essa tecnologia para ajudar no combate em cidades que vivem uma situação crítica ou epidêmica”, reflete Valadão. 

Como os descendentes dos mosquitos transgênicos morrem antes de chegar à fase adulta, eles diminuem a população das próximas gerações do mosquito selvagem. “É um método seguro, os machos não picam, seus filhotes morrem e não produzem toxinas nem alergênicos”, esclareceu a bióloga Sofia B. Pinto, PhD em biologia molecular. 

Segundo pesquisas da empresa, essa tecnologia tem diminuído em até 96% as populações de mosquitos da dengue, em testes realizados na cidade de Juazeiro (BA). No próximo mês, uma parte desses mosquitos será solta em Piracicaba, que registra avanços de dengue em poucos dias.

Requerimento

Na última sessão, o vereador apresentou o Requerimento n° 71/15, que pede explicações ao Executivo sobre medidas de prevenção e combate ao mosquito Aedes Aegypti. Em 2014, a Administração anunciou que iria participar da Semana Estadual de Mobilização de Combate a Dengue, por isso o vereador quer saber sobre os números do ano passado e se o mesmo vai acontecer neste ano e quais as medidas adotadas pela Prefeitura para combater o mosquito causador da dengue e chikungunya. Em Paulínia, são 82 casos confirmados de dengue. Até fevereiro foram notificados 296.

Fonte: Inicial – Comunicação Integrada
Foto: Divulgação/Inicial

Comentar