Toda essa bagunça, que perdura em nossa cidade e desdenha da justiça, ainda não resultou em prisões, diz Tuta Bosco, em...

Da Redação
06/12/2014 15:18:00
Toda essa bagunça, que perdura em nossa cidade e desdenha da justiça, ainda não resultou em prisões, diz Tuta Bosco, em carta aberta à população

[imagem] O empresário paulinense Tuta Bosco redigiu “Carta aos Paulinenses” sobre a atual crise política instalada em Paulínia e suas graves consequências para a população. Hoje (6), a cidade é administrada interinamente pelo presidente da Câmara, Marcos Roberto Bolonhezi, o Marquinho Fiorella (PP), devido à decretação, terça-feira (2), da quinta cassação de Edson Moura Junior (PMDB), que tinha retornado ao cargo no dia anterior, após ter perdido o mandato por determinação do TRE (Tribunal Regional Eleitoral).


Moura Junior (PMDB) foi condenado em primeira e segunda instância por fraude nas eleições municipais de 2012. A Justiça Eleitoral afirma que o pai dele e ex-prefeito Edson Moura agiu de má-fé, ao colocá-lo na disputa pela Prefeitura horas antes da eleição. “As provas constantes dos autos demonstram de forma suficientemente clara a efetiva ocorrência de fraude às eleições, consubstanciada numa manobra intencional de Edson Moura, político conhecido na região, de fazer os eleitores acreditarem que era candidato ao cargo de prefeito, quando na realidade o candidato era seu filho, Edson Moura Junior, pessoa desconhecida da população”, concluiu a desembargadora Diva Malerbi, do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), na sentença que cassou pela quarta vez o mandato de Moura Junior (PMDB), dia 12 do mês passado.

Apontado como futuro candidato a prefeito de Paulínia, Tuta Bosco lamenta a instabilidade político-administrativa no município. “Aguardamos pacificamente por soluções de quem assume, dependendo da decisão da justiça. Mas, infelizmente, a administração que seguirá até 2016 não trará benefícios para nossa população”, enfatiza, na carta, cuja íntegra você confere abaixo.

Carta aos Paulinenses

A verdade é que a crise política em Paulínia já dura há muito tempo, num jogo perverso onde toda a população perde, principalmente os que mais precisam. Toda essa bagunça, que perdura em nossa cidade e desdenha da justiça, ainda não resultou em prisões. E se isso acontecer, como ocorreu em Campinas, não seria de se estranhar.

A nossa população não acha a menor graça em ver Paulínia num cenário tão sujo. Não é possível submeter nossa cidade e a todos sob tal sofrimento. Os funcionários públicos e a população em geral estão com vergonha do que acontece em nossa cidade.

A nossa população tem sido tolerante e responsável, apesar do tão pouco zelo dos governantes. Aguardamos pacificamente por soluções de quem assume, dependendo da decisão da justiça. Mas, infelizmente, a administração que seguirá até 2016 não trará benefícios para nossa população.

Esse jeito de administrar Paulínia não funciona mais! Poucos acreditam que isso ainda pode dar certo. Os líderes políticos, que estão aí há muito tempo, envergonham a população que os elegeu.

A boa nova é que está chegando a hora de colocar moralidade pública novamente fortalecida em nossa cidade. Temos de ser exemplo de coisas boas, e acredito ser possível reconstruir nossa cidade com responsabilidade.

Paulínia merece mais respeito, seriedade, consideração e um jeito diferente de administrar, onde não sejam os governantes os beneficiados, mas toda a população.

Coragem para mudar! É disso que Paulínia precisa.

TUTA BOSCO
PPS Paulínia


Foto: Lucas Rodrigues/CP Imagem

Comentar