Cazellato abre licitação para construção da Ponte sobre o Rio Atibaia

Da Redação
21/11/2019 19:11:13
Cazellato abre licitação para construção da Ponte sobre o Rio Atibaia

Atualmente, uma única ponte liga a região do João Aranha ao centro e demais bairros da cidade

Principal promessa de campanha do tucano, obra deve custar R$ 72 milhões aos cofres municipais e levar dois anos para ser concluída

A administração Du Cazellato (PSDB) lançou a concorrência pública (CONFIRA EDITAL)  que vai contratar empresa ou consórcio de empresas para construir um nova Ponte sobre o Rio Atibaia, ligando as Avenidas João Aranha, no bairro João Aranha, e Trabalhadores, no Monte Alegre. 

Segundo o edital da licitação, o custo total da obra está estimado em R$ 72.468.587,41 (setenta e dois milhões, quatrocentos e sessenta e oito mil, quinhentos e oitenta e sete reais e quarenta e um centavo). A construção da ponte deverá ser concluída em dois anos, a partir da emissão da Ordem de Serviço pela Secretaria de Obras e Serviços públicos. A abertura do envelope contendo a documentação das empresas participantes da concorrência está marcada para 14 de janeiro.

De acordo com a prefeitura, a ponte terá 260 metros de extensão, sendo 120 deles suspensos por cabos. “O edital também contempla toda infraestrutura necessária para a construção do sistema viário, incluindo serviços de terraplanagem, pavimentação, calçamento, pintura e iluminação pública”,  afirmou a assessoria de imprensa.

Cazellato comentou o lançamento do edital da obra. “Damos hoje um grande passo para tirar do papel uma obra tão aguardada por toda a cidade e que vem de encontro com os anseios da população”, disse ele. Durante a campanha eleitoral suplementar o tucano prometeu, se eleito fosse, iniciar a construção da Ponte Atibaia três meses após assumir o cargo, o que ocorreu dia 4 de outubro. 

Muito aguardada pela população, a nova ponte sobre o Rio Atibaia é considerada indispensável para melhorar a mobilidade urbana do município, que enfrenta vários problemas, especialmente congestionamentos nos chamados horários de pico. A obra será construída totalmente com dinheiro da cidade – R$ 31 milhões já estão garantidos no orçamento do ano que vem para a primeira etapa da construção. 

Foto: Arquivo/CP Imagem

Comentar