Prefeitura abre licitação para reforma do “Agostinho Fávaro - LARA”

Da Redação
29/10/2019 14:10:53
Prefeitura abre licitação para reforma do “Agostinho Fávaro - LARA”

Vista aérea do ginásio esportivo no bairro João Aranha

Obra está estimada em R$ 1,4 milhão e governo federal vai bancar R$ 975 mil; “Vicente Amatte”, no Centro, também será reformado

A Prefeitura de Paulínia vai licitar no dia 11 de novembro a  reforma do Ginásio de Esportes “Agostinho Fávaro - Lara”, no bairro João Aranha. De acordo com o edital da licitação, tipo menor preço, o custo da obra está estimado em R$ 1.429.997,48. Segundo o secretário de Obras e Serviços Públicos, Marcelo Lima Barcellos de Mello, o governo federal, por meio da Caixa Econômica, vai bancar R$ 975 mil, e o restante será pago pelo município

De acordo com memorial descritivo da reforma, assinado pelo engenheiro da prefeitura Edilson Fernandes dos Santos, o ginásio receberá pintura completa, quadra nova; portas, janelas e piso serão trocados; rampas de acesso, hall de entrada, lanchonete e banheiros reformados, além de outros serviços de manutenção.  Além disso, será construído um banheiro no campo ao lado do ginásio.

“Vicente Amatte”
O secretário de Obras adiantou ao Correio que o edital para reforma do ginásio do Centro deve ser lançado nesta semana. Segundo Mello, quando ele assumiu a secretaria no início deste mês, os editais para reformar os dois ginásios municipais não estavam prontos

Além disso, ainda segundo o secretário, o município quase perdeu os recursos federais porque não teria cumprido exigências dentro dos prazos estabelecidos pela Caixa Econômica.. “Demos especial atenção no andamento do processo para que o recurso não fosse perdido pelo município”, afirmou.

Outro lado
O ex-secretário de Esportes e Recreação de Paulínia, Jean Ferreira, contestou as declarações de Mello. “Os dois editais de reforma dos ginásios estavam prontos, indo para a (Secretaria de) Administração licitar”, afirmou.  Sobre a perda de prazos, Ferreira disse que o problema ocorreu na gestão do prefeito cassado Dixon Carvalho (Progressistas). “Na gestão do Dixon, eles tinham perdido prazo, mas quando assumimos conversamos com a Caixa e conseguimos uma prorrogação. A partir daí, corremos atrás de toda a documentação, tudo o que era necessário, fizemos os editais dos dois ginásios, tudo certinho, tudo alinhado, não faltava nada”, explicou Ferreira.

Foto: Reprodução

Comentar