Saúde e educação terão R$ 15 milhões para novos investimentos em 2020

Da Redação
03/10/2019 13:10:49
Saúde e educação terão R$ 15 milhões para novos investimentos em 2020

O próximo orçamento financeiro de Paulínia será votado em dezembro

Paulínia deve arrecadar R$ 1,5 bilhão no ano que vem; Obras e Serviços Públicos terá a maior verba, por secretaria, para investir: R$ 52 milhões

Segunda-feira (30), a Câmara de Vereadores de Paulínia recebeu o Projeto da Lei Orçamentária Anual (LOA) 2020, conhecida como Orçamento do Município. De acordo com o projeto, a prefeitura estima arrecadar R$ 1.528.904.000,00 (um bilhão, quinhentos e vinte e oito milhões, novecentos e quatro mil reais) no ano que vem, e os recursos serão distribuídos da seguinte forma: Câmara, R$ 33.300.000,00; Instituto Pauliprev, R$ 168.904.000,00; e, Prefeitura, R$ 1.326.700.000,00.

A maior parte do valor que cabe à Prefeitura é destinada ao pagamento de funcionários (salários + encargos sociais), contratos vigentes, dívidas parceladas, entre outras despesas fixas.  Com isso, no final das contas, sobra muito pouco para novos investimentos em áreas essenciais à população.

A saúde, por exemplo, terá apenas R$ 4.072.000,00 (quatro milhões e setenta e dois mil reais), para investir no ano que vem - pouco mais de R$ 339 mil por mês.  Desse total, R$ 3.932.000,00 (três milhões, novecentos e trinta e dois mil reais) com novas obras e reformas. A verba para novos investimentos na educação, em 2020, é maior: R$ 10.958.000,00 (dez milhões, novecentos e cinquenta e oito mil reais) – pouco mais de R$ 8 milhões deverão ser investidos em obras e reformas de unidades.  Lembrando que, os valores acima não estão inclusos nos gastos mínimos obrigatórios de 25% com educação  (exceto gastos com reformas de escolas fundamental e infantil) e 15% saúde. 

O maior orçamento para novos investimentos, no ano que vem, é o da Secretaria de Obras e Serviços Públicos: R$ 52.753.000,00 (cinquenta e dois milhões, setecentos e cinquenta e três mil reais). Desse total, R$ 31 milhões deverão ser gastos com a primeira etapa da ponte sobre o Rio Atibaia, cuja construção, segundo prometeu o prefeito eleito Ednilson Cazellato, o Du Cazellato (PSDB), será iniciada em janeiro.  De acordo com a prefeitura municipal, o custo total da ponte está estimado em R$ 60 milhões.

Os vereadores devem apresentar emendas ao próximo orçamento municipal, que será votado em dezembro. 

Confira a verba para novos investimentos de cada secretaria, por ordem de valor (R$)

Obras e Serviços Públicos: R$ 52.753.000,00
Saúde: R$ 10.958.000,00
Esportes: R$ 4.654.000,00
Educação: R$ 4.072.000,00
Transportes: R$ 2.455.000,00
Cultura: R$ 1.499.000,00
Meio Ambiente: R$ 1.306.200,00
Segurança Pública: R$ 998.000,00
Assistência Social: R$ 683.000,00
Desenvolvimento Econômico: R$ 308.000,00
Defesa Civil: R$ 165.000,00
Habitação: R$ 162.000,00
Turismo e Eventos: R$ 78.000,00
Gabinete do Prefeito: R$ 61.000,00
Finanças: R$ 56.000,00
Administração: R$ 44.000,00
Negócios Jurídicos: R$ 41.000,00
Recursos Humanos: R$ 20.000,00
Negócios da Receita: R$ 12.000,00
Governo: R$ 5.000,00
Planejamento e Desenvolvimento Urbano: R$ 4.150,00

Como consultar o projeto da Lei Orçamentária 2020?

Acesse o site da Câmara Municipal de Paulínia. Vá em “Sala do Cidadão” (no topo da página), e selecione “Consultar PROPOSITURAS”. Na página de pesquisas, em “Documentos”, selecione a opção “Projetos de Lei”; depois, no campo “Número Inicial”, digite “68”, e “2019” no campo “Ano Inicial”, depois clique em “Pesquisar”. Na página seguinte, clique no ícone PDF, abaixo do “Assunto”.  Boa consulta. 

Fonte: Projeto de Lei 68/2019
Foto: Reprodução/Internet

Comentar