Abstenções, nulos e brancos “vencem” 1ª Eleição Suplementar de Paulínia

Da Redação
02/09/2019 18:09:34
Abstenções, nulos e brancos “vencem” 1ª Eleição Suplementar de Paulínia

Na saga das disputas pela Prefeitura de Paulínia, é a 1ª vez que abstenções batem votação do candidato eleito

De uma forma ou de outra, 24.515 eleitores decidiram não participar da escolha do novo Chefe do Poder Executivo, neste domingo, 1º de setembro

Paulínia iniciou o mês de setembro com a primeira eleição fora de época de sua história. De acordo com a Justiça Eleitoral, 73.128 eleitores, distribuídos nas 203 seções eleitorais da cidade, estavam aptos a votar em um dos nove candidatos que disputaram o pleito deste domingo, dia 1º de setembro, mas apenas 54.443 compareceram.  

Concluída por volta das 18h21, a apuração dos votos mostrou que o número de abstenções - 18.685– superou o total de votos – 13.119 – recebido pelo primeiro colocado na disputa suplementar, Du Cazellato (PSDB) – uma diferença de 5.449. Na história das eleições para prefeito da cidade, é a primeira vez que a quantidade de eleitores ausentes fica acima da votação recebida pelo candidato eleito.

Além disso, do total de eleitores que foram às urnas, 3.700 anularam o voto, e 2.130 votaram em branco. Ou seja, de uma forma ou de outra, 24.515 eleitores decidiram não participar da escolha de um novo chefe para o Poder Executivo Municipal.

A diplomação e posse do novo prefeito eleito de Paulínia estão marcadas para os dias 04 e 07 de outubro, no Cartório Eleitoral e na Câmara Municipal, respectivamente.

Foto: Correio Imagem 

Comentar