CEI para apurar negligência e omissão na saúde já tem membros definidos

Da Redação
17/05/2019 15:05:13
CEI para apurar negligência e omissão na saúde já tem membros definidos

Sob a presidência de Filhos da Fruta (PC do B) comissão investigativa já está em funcionamento

Para os dois cargos mais importantes, presidente e relator, foram eleitos os vereadores Manoel Filhos da Fruta (PCdoB) e José Soares (PRB), respectivamente

Sexta-feira (10), a Câmara Municipal de Paulínia definiu os cinco membros da Comissão Especial de Inquérito (CEI) que vai apurar, entre outros fatos, possível omissão ou negligência na área de saúde do município, nos últimos dez anos. 

Cinco partidos indicaram seus líderes de bancada para a CEI, cuja composição ficou assim: Presidente Manoel Barbosa de Souza, o Filhos da Fruta (PCdoB), Vice-Presidente Fábio Alexandre Ferrari, o Xandynho Ferrari (PSD), Relator José Soares (PRB), Sub-Relator Edilson Rodrigues Junior, o Edilsinho (PSDB), e Secretário Luciano Ramalho (Progressistas).

Proposta pelo vereador Marcelo Penha de Souza Ferraz, o Marcelo D2 (PROS), a CEI foi aprovada, por unanimidade, na última sessão legislativa, terça-feira (7). A investigação abrangerá administrações de três ex-prefeitos eleitos – José Pavan Junior (PSDB), Edson Moura Junior (MDB) e Dixon Carvalho (Progressistas) -, três de ex-prefeitos interinos – Marcos Roberto Bolonhezi, o Marquinho Fiorella (PSB), Sandro Caprino (PRB) e Ednilson Cazellato, o Du Cazellato (PSDB) -, além do atual governo provisório de Antonio Miguel Ferrari, o Loira (DC). 

A Comissão Especial de Inquérito poderá requisitar documentos e esclarecimentos à Prefeitura, realizar vistorias, diligências e verificações contábeis, convocar e ouvir em depoimento qualquer autoridade pública, intimar e inquerir e testemunhas. O prazo para conclusão dos trabalhos e apresentação do relatório final é de 120 dias, prorrogável por igual período, uma vez.

ACOMPANHE A CEI pela "Sala do Cidadão" (Consulte Proposituras>Documentos Administrativos>Comissão Especial de Inquérito), no site da Câmara Municipal. 

Comentar