Cassação de Dixon Carvalho (Progressistas) já está no TSE

Da Redação
05/12/2018 22:12:31
Cassação de Dixon Carvalho (Progressistas) já está no TSE

Decisão sobre futuro político-administrativo de Paulínia poderá ocorrer só e 2019

Julgamento do caso ainda não tem data marcada. Eleitores paulinenses voltarão ou não às urnas só após decisão dos ministros

O recurso especial eleitoral (RESpe) de Dixon Carvalho (Progressistas) contra a cassação do mandato dele pelo Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) já está no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília, desde o último dia 27. No final de outubro, o presidente do TRE-SP, desembargador Carlos Eduardo Cauduro Padin, negou seguimento ao RESpe, mas a defesa do prefeito cassado entrou com agravo regimental, e o processo teve que subir para o TSE.

A realização de eleição fora de época para escolha do novo prefeito de Paulínia depende do julgamento do caso no TSE, ainda sem data para acontecer. É que, no último dia 21, o ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), atendendo pedido da defesa do prefeito cassado, determinou que pleito suplementar na cidade só após decisão colegiada (por todos os ministros) do TSE.

Por outro lado, Lewandowski não autorizou o retorno de Dixon (Progressistas) ao cargo, e o município segue administrado por Du Cazellato (PSDB). No próximo dia 20, o TSE entra em recesso forense,  retornando só no início de fevereiro. 

Foto: Reprodução/TSE

Comentar