Há um ano morria, em casa, a jornalista, publicitária e ex-secretária de Promoção Social Regina Mattos

Da Redação
04/11/2014 12:05:00
Há um ano morria, em casa, a jornalista, publicitária e ex-secretária de Promoção Social Regina Mattos

[imagem] No dia 4 de novembro de 2013, após cinco anos lutando contra um câncer no pulmão, Maria Regina Ferreira de Mattos e Moura faleceu, em casa, no Condomínio Barão de Café, Distrito de Barão Geraldo. Jornalista, publicitária e ex-primeira-dama de Paulínia, ela tinha 53 anos e deixou dois filhos: Edson Augusto e Rodrigo Eustachio.


Formada em jornalismo pela USP, Regina foi assessora de imprensa da Secretaria Estadual de Saúde e trabalhou na equipe do criador da Turma da Mônica, Maurício de Sousa. Regina mudou-se para Paulínia na década de 90, morando no Jardim Nossa Senhora Aparecida.  Foi a primeira Secretária da Criança e do Adolescente (SECA) da cidade, onde implantou importantes projetos. Também presidiu o Centro de Ação Comunitária (CACO), extinto no ano passado, após 37 anos servindo a população carente de Paulínia. 

O último cargo que ocupou na administração pública de Paulínia foi o de Secretária de Desenvolvimento e Promoção Social, por isso, a Prefeitura decretou  luto oficial de três dias. O governador Geraldo Alckmin lamentou, em nota, a morte da ex-primeira-dama, parceira da primeira-dama estadual Lú Alckmin, em vários projetos do Fundo Social de Solidariedade. Não há informações sobre a realização de uma missa para lembrar 1 ano da morte da ex-primeira-dama.

Foto: Reprodução/Internet

Comentar