Cidadão Emérito e Cidadã Paulinense: os professores José Fiorini e Irani Ferrari reverenciados na Câmara Municipal

Da Redação
26/10/2014 15:05:00
Cidadão Emérito e Cidadã Paulinense: os professores José Fiorini e Irani Ferrari reverenciados na Câmara Municipal

[imagem] Dois dos mais importantes patrimônios da Educação de Paulínia foram homenageados pela Câmara Municipal, na noite de anteontem (24):  os professores José Santo Jesus Fiorini e Irani Aparecida Reis Ferrari, Cidadão Emérito e Cidadã Paulinense, respectivamente.  Autor dos decretos dos Títulos, o vereador Fábio Valadão (PROS) presidiu a Sessão Solene, da qual participaram também os colegas Angela Duarte (PRTB) e Danilo Barros (PC do B), além de familiares e amigos dos homenageados.


Professor Fiorini, nasceu em Paulínia na década de 50 e antes de lecionar em escolas públicas estadual e municipal foi tecelão, carteiro e bancário. Aposentado da sala de aula, ele tornou-se voluntário no “Lar dos Velhinhos”; participou do projeto Escola da Família, da Escola Estadual Padre Narciso Vieira Ehrenberg, no João Aranha, entre 2007 e 2008, dando aulas de reforço à quem prestaria concurso público; ministrou palestras sobre a História, os Imigrantes Italianos e a Cultura Popular de Paulínia; e foi responsável pela reestruturação do Museu Municipal (hoje desativado), catalogando o acervo e buscando novas peças. Atualmente, Fiorini é professor voluntário do “Projeto Anastácia”, dando reforço escolar aos alunos que aprendem a arte da capoeira.

Prestes a completar 40 anos de casamento com o empresário Sérgio Eugenio Ferrari, dono da Relojoaria Ferrari, a mais tradicional da cidade, Irani Ferrari, mãe de Danila e Serginho, formou-se professora no antigo curso normal do Colégio Estadual Capitão Narciso Bertolino, em Olímpia (SP), onde nasceu. Depois, cursou Letras na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Bebedouro (SP) e Pedagogia, com especializações em Administração e Supervisão Escolar de 1º e 2º graus, na ASMEC de Ouro Fino (MG). Ensinou vários anos na zona rural de sua cidade natal, até que, em 1980, foi aprovada no concurso estadual e escolheu Paulínia, para lecionar e viver com a família. Ensinou sete anos na antiga Escola Estadual de 1º Grau Prefeito José Lozano Araújo, e quatorze anos na Escola Estadual de 1º e 2º Graus Núcleo Habitacional José Paulino Nogueira, onde aposentou-se, em 1999. Participou da formação do Conselho Municipal de Educação (CME), do qual foi a primeira presidente.


Fotos: Jr Vedovello/CP Imagem

Comentar