Implantado pela NC System, o sistema só funcionou, relativamente bem, na fase de testes, mas agora apresenta quedas constantes de...

Da Redação
14/10/2014 23:05:00
Implantado pela NC System, o sistema só funcionou, relativamente bem, na fase de testes, mas agora apresenta quedas constantes de conexão e congelamento de imagens

[imagem] A 14ª Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores de Paulínia, dia 5 de agosto, foi a primeira transmitida, ao vivo, pela internet. Além desta, as duas sessões seguintes, dias 19 do mesmo mês e 2 de setembro, serviram para testar a qualidade do novo sistema, que visa ampliar o acesso da população ao trabalho dos vereadores e reforçar a transparência nos atos do Poder Legislativo Municipal.  Entretanto, apenas as três primeiras “transmissões-testes” ocorreram relativamente bem, mesmo apresentando problemas pontuais de áudio. 


A partir de 16 de setembro, quando aconteceu a 17ª sessão do ano, o serviço vem se mostrando muito precário, com a transmissão sendo interrompida dezenas de vezes, em intervalos muito pequenos. Além disso, a cada 20 segundos as imagens são congeladas e assim permanecem por cerca de 3 segundos. Os problemas acontecem, principalmente, durante a Palavra Livre, depois da leitura das ementas das proposituras e antes das votações dos projetos de lei, quando os vereadores discutem propostas em pauta e temas gerais, de interesse da população.

Nossa reportagem conversou com vários internautas, moradores em diferentes bairros da cidade, como João Aranha, São José, Monte Alegre, Centro, Jardim Europa, e todos confirmam os mesmos problemas, para assistirem as sessões pela internet. “Infelizmente fora criada uma transmissão que não funciona, cai toda hora, trava de minuto a minuto. Péssimo”, disse Rodrigo Souza, morador do São José. A mensagem que aparece, sempre que a transmissão é interrompida, indica "erro no carregamento" e que o "servidor (de onde parte a transmissão) não foi encontrado". 

A empresa NC Sytem foi contratada pela Câmara, por R$ 74.200,00 (setenta e quatro mil e duzentos reais), para assessorar tecnicamente na implantação da transmissão das sessões legislativas pela internet. Devido ao horário não conseguimos contato com a empresa e nem com a assessoria da Presidência da Câmara, responsável pela contratação do serviço, o que faremos amanhã (15).

Foto: Print do link de transmissão, no site da Câmara de Paulínia

Comentar