A audiência começa às 15hs, no Salão Nobre da Prefeitura de Paulínia, cuja capacidade máxima é de 200...

Da Redação
08/10/2014 12:33:00
A audiência começa às 15hs, no Salão Nobre da Prefeitura de Paulínia, cuja capacidade máxima é de 200 pessoas

[imagem] É uma audiência pública ou um espetáculo artístico? A assessoria de imprensa do Governo Moura Junior (PMDB) informou ao Correio Paulinense Online que será proibido filmar ou fotografar a Audiência Pública da Parceria Público-Privada (PPP) do Parque Brasil 500, que acontece das 15 às 17hs de hoje, dia 8, no Salão Nobre da Prefeitura de Paulínia. “Quem quiser fotos ou vídeos da Audiência pode protocolar um pedido na Prefeitura, a partir de amanhã, mas hoje não será permitido filmar ou fotografar a apresentação da PPP”, explicou o assessor Silvio Motta.

Para assistir a Audiência será necessário chegar até 15 minutos antes e fazer um credenciamento, no próprio local. O Salão Nobre da Prefeitura comporta no máximo 200 pessoas sentadas, mas a prefeitura não informou o número de lugares que será disponibilizado ao público.

PPP

O prefeito Edson Moura Junior (PMDB) pretende entregar o Parque Brasil 500 à inciativa privada, através de uma Parceria Público-Privada, por meio de concessão administrativa. O investimento do município nesta parceria está estimada em quase 834 milhões de reais e a duração da contrato será de 30 anos. 

À frente da PPP do Parque Brasil 500 está a empresa JC Gontijo Engenharia S/A, que realizou os estudos técnicos do projeto. O dono da empresa, José Celso Gontijo, ficou conhecido no país como o “homem da propina”, após ser filmado entregando dinheiro à Durval Barbosa, operador e delator do “Mensalão do DEM”, de Brasília, o esquema de corrupção mais bem documentado da história do país e desmontado pela operação Caixa de Pandora, da Polícia Federal (PF) e Ministério Público Federal (MPF). LEIA MATÉRIA!

Foto: Reprodução/Internet

Comentar