Os 1.746 votos conquistados este ano na cidade pelo petebista ficaram bem abaixo dos 5 mil, no mínimo, esperados por ele

Da Redação
06/10/2014 00:18:00
Os 1.746 votos conquistados este ano na cidade pelo petebista ficaram bem abaixo dos 5 mil, no mínimo, esperados por ele

[imagem] Mesmo com o apoio do prefeito Edson Moura Junior (PMDB) e do vice Francisco Almeida Bonavita Barros (PTB) o deputado Campos Machado (PTB) recebeu 1.746 votos em Paulínia, a menor votação dele no município, desde 1998. Em 2010, quando Machado disputou com o apoio do grupo político do então prefeito José Pavan Junior (PSB), a votação do deputado, na cidade, foi de 4.181 votos, uma diferença de 2.435 votos a mais do que este ano. 


No resultado estadual, o petebista foi o 7º mais bem votado, com 192.369 mil votos, garantindo o seu 7º mandato na Assembleia Legislativa, a partir de janeiro de 2015. A mulher de Machado, Marlene Machado, candidata ao Senado pelo PTB, ficou em quarto lugar, com 330.302 mil votos. Em Paulínia, ela recebeu 2.250 votos, superando o marido. 

Foto: Reprodução/Internet 

Comentar