A portaria de nomeação de Patrícia Groot foi publicada no Semanário Oficial do Município, de quarta-feira (20)....

Da Redação
23/08/2014 14:45:00
A portaria de nomeação de Patrícia Groot foi publicada no Semanário Oficial do Município, de quarta-feira (20). Salário: R$ 4.350,01

[imagem] A família Groot, de Holambra, tem oficialmente uma representante na Prefeitura Municipal de Paulínia. Patrícia Groot, filha da ex-prefeita holambrense Margareti Groot, foi nomeada pelo prefeito Edson Moura Junior (PMDB) assessora comissionada, símbolo CC6, do Secretário dos Negócios Jurídicos (SNJ), Arthur Augusto Campos Freire. A portaria 486/2014, que nomeou Patrícia, foi publicada no Semanário Oficial do Município, de quarta-feira (20). O salário da nova servidora paulinense é de R$ 4.350,01.


Patrícia foi Presidente do Fundo de Solidariedade de Holambra, na gestão da mãe, entre os anos de 2009 e 2012. Candidata à reeleição, em 2012, Margareti Groot perdeu a disputa para o atual prefeito da estância turística, Fernando Fiori de Godoy (PPS), e deixou a Prefeitura em meio à uma série de denúncias de supostas irregularidades contra a sua administração. A ex-prefeita responde vários processos no Tribunal de Justiça (TJ) do Estado.

Segundo informações obtidas pelo Correio Paulinense Online, Patrícia e a mãe foram apresentadas ao prefeito Moura Junior (PMDB) e ao pai dele, o ex-prefeito Edson Moura (PMDB), pelo vereador Sandro Caprino (PRB), líder do governo mourista na Câmara Municipal de Paulínia. Durante a gestão Margareti, Caprino (PRB) era dono do jornal “O Município”, em sociedade com Roberto Vicente, então Chefe de Gabinete da ex-prefeita. Processado por calúnia e difamação contra o atual prefeito Godoy, durante a campanha eleitoral de 2012, o jornal acabou saindo de circulação.

Fotos: Reprodução/Internet 

Comentar