O vereador quer saber por que a FDDIP, cujos diretores são acusados de estelionato e formação de quadrilha, continua agindo...

Da Redação
21/08/2014 13:18:00
O vereador quer saber por que a FDDIP, cujos diretores são acusados de estelionato e formação de quadrilha, continua agindo livremente

[imagem] Alvo de várias denúncias da Justiça, em Americana e Paulínia, a FDDIP (Frente de Defesa de Direitos de Interesse Público), criadora do projeto habitacional de casas construídas 100% com materiais recicláveis, as chamadas “casas ecológicas”, agora será investigada também pela Câmara Municipal de Paulínia. 


Na sessão legislativa de anteontem (19), o vereador Tiguila Paes (PRTB), presidente da Comissão de Habitação da Câmara, conseguiu aprovar o Requerimento 301/2014, pedindo informações ao prefeito Edson Moura Junior (PMDB) sobre a atuação suspeita da FDDIP, que possui um escritório em frente à lagoa do bairro João Aranha.  “Caso a Prefeitura tenha fiscalizado alguma vez esta associação na cidade, estou pedindo que administração junte cópia do relatório conclusivo, para entendemos melhor a situação deste projeto”, disse o vereador. 

Desde que o Correio Paulinense Online denunciou as atividades duvidosas da FFDIP na cidade, em dezembro do ano passado (leia matéria), esta é a primeira vez que a Câmara Municipal se manifesta oficialmente sobre o caso. “Cabe à Secretaria Municipal de Habitação a responsabilidade de fiscalizar a legalidade, em todos os aspectos, de todo e qualquer empreendimento habitacional, público ou privado, no Município”, afirma o requerimento de Tiguila (PRTB).

O “cabeça” do projeto das casas ecológicas, Marco Antonio de Paula, o Capivara, chegou a envolver Moura Junior (PMDB) no suposto golpe, dizendo que o prefeito de Paulínia enviaria à Câmara, em janeiro deste ano, um projeto de doação de área municipal, para a construção das casas ecológicas (ouça as declarações). Em nota, Moura Junior (PMDB) desmentiu as informações e ressaltou que a FDDIP e seus respectivos diretores não tinham autorização para falar em seu nome. 

Entretanto, o prefeito e os secretários de Habitação, Danilo Garcia, e Meio Ambiente, Jorge Israel, estiveram visitando a sede do projeto, na Fazenda Jacutinga, em Americana, dia 24 de novembro passado. Dois dias após as visitas, a Assessoria de Imprensa Municipal destacou no site da prefeitura a matéria “Paulínia se prepara para instalação de moradias sustentáveis”,  mas a notícia foi retirada do ar, diante das denúncias feitas por este portal. 

O CP Online também divulgou uma foto onde Moura Junior (PMDB) e o pai dele, o ex-prefeito Edson Moura (PMDB), aparecem com Marco Antonio de Paula, o Capivara, e sua mulher, Paula  Fernanda Ferreira, juntamente com outras pessoas ligadas a atual administração municipal. A foto foi tirada durante o aniversário de um integrante do grupo político mourista. 

Além do pedido de informações ao Poder Executivo Municipal, o vereador Tiguila Paes (PRTB) disse que a Comissão de Habitação da Câmara convidará oficialmente o diretor da FDDIP, para prestar esclarecimentos. “Convocarei uma reunião da Comissão na próxima semana, para definirmos sobre o convite ao responsável por esta associação”, finalizou o vereador.

Fotos: Lucas Rodrigues/CP Imagem

Comentar