Moura Junior (PMDB) manda levar 4 latas de dieta em pó na casa de Dênis; chorando, mãe diz que se sente humilhada pelo prefeito

Da Redação
15/07/2014 16:56:00
Moura Junior (PMDB) manda levar 4 latas de dieta em pó na casa de Dênis; chorando, mãe diz que se sente humilhada pelo prefeito

[imagem] Maria Aparecida Marciano, mãe de Dênis Ismard Marciano, de 29 anos, que passou a viver em estado vegetativo, após um acidente de moto, informou à nossa reportagem que quatro funcionários da Prefeitura estiveram agora há pouco em sua residência, para entregar 4 latas de uma dieta em pó. Segundo ela, o alimento levado pelos servidores públicos é diferente da dieta enteral prescrita para o filho. “Essa dieta não é adequada para o Dênis, pois temos que batê-la no liquidificador e na maioria das vezes ela não passa pela sonda. Por isso, não recebi as latas”, explicou dona Maria.


Chorando, a mãe diz sentir-se humilhada pelo prefeito Moura Junior (PMDB), que não resolve o problema de seu filho. “Eles mandaram até um rapaz para fotografar, mas eu não permiti. A Silvana (da Secretaria de Saúde) quis me obrigar a assinar um documento que me recusei a receber as latas, mas eu não assinei”, afirmou e questionou: “Se o prefeito não assina para comprar o alimento adequado do meu filho, por que eu tenho que assinar que não recebi o alimento inadequado que ele mandou?” De acordo com a dona de casa, um dos servidores disse que o prefeito mandou pedir desculpas à ela.  

A equipe da prefeitura também esteve na casa de Rogério Nunes, de 32 anos, para entregar outras 4 latas da dieta em pó (lata). Segundo a mãe do rapaz, nem deu tempo ela saber direito o que estava acontecendo. “Eles foram logo entregando e fotografando”. Nossa reportagem apurou que a entrega foi registrada pelo assessor de imprensa Raoni Zambi e o fotógrafo Fabiano Moreira, da Prefeitura. “Agora eles vão publicar as fotos, dizendo que já está tudo bem, mas a verdade não é essa”, finalizou a mãe de Rogério. 

Solidariedade

Sensibilizadas com a situação de Dênis e Rogério várias pessoas estão se mobilizando para ajudar com doações de dieta enteral. Elisabete Schiavi, diretora do grupo AUPACC (Amigos Unidos por Amor Contra o Câncer) entrou em contato com a nossa reportagem e disse que ela e várias amigas irão doar o alimento especial para os pacientes. “Minhas amigas e eu vamos ajudar, pois esses pacientes dependem deste alimento para continuarem vivos”, disse Bete, como é conhecida.

Outras pessoas interessadas em ajudar Dênis e Rogério podem entrar em contato com a nossa redação pelo telefone 3244.7610, que passaremos o contato das respectivas famílias.

Foto: Arte/CP Imagem

Comentar