Vereador Tiguila Paes (PRTB) destaca funcionários da AIJ e pede mais empregos para mulheres

Da Redação
11/05/2013 02:17:00
Vereador Tiguila Paes (PRTB) destaca funcionários da AIJ e pede mais empregos para mulheres

[imagem] O sucesso da "Oficina de Hip Hop" da Associação da Infância e Juventude (AIJ) de Paulínia foi objeto da Moção 33/2013, de autoria do vereador Tiguila Paes (PRTB), aprovada na sessão do último dia 23. 

De acordo com o vereador a entidade tem cumprido com muita competência e responsabilidade social os seus propósitos. "O Hip Hop da AIJ é apenas um dos belos exemplos das ações da entidade para defender e garantir os direitos das nossas crianças, adolescentes e jovens, além de ajudar famílias e comunidades na superação das desigualdades sociais", disse o vereador.

Tiguila Paes também destacou o trabalho de todos os funcionários da AIJ. "Assim como os professores de Hip Hop, todos os funcionários da Associação se engajam nos projetos da entidade com muita dedicação, profissionalismo e competência. Quero parabenizá-los por contribuírem de forma efetiva com os mais necessitados do município", enfatizou.

Emprego

Preocupado com a escassez de vagas destinadas a mão de obra feminina, o vereador Tiguila Paes pediu para a administração averiguar se as empresas responsáveis pelo transporte escolar municipal estão cumprindo a determinação de duas monitoras por ônibus. 

"Segundo pesquisas recentes, para cada 10 vagas abertas apenas 04 são destinadas ao sexo feminino. Em Paulínia a realidade não é diferente, mas o município tem potencial para absorver mais mão de obra feminina do que muitas cidades do país. Temos um Polo industrial gigantesco e várias outras oportunidades disponíveis no setor público", disse o vereador no texto da Indicação 443/13, apresentada na Sessão Legislativa do último dia 7.

"Além de contribuir com a diminuição do desemprego feminino na cidade, o cumprimento da cláusula contratual de duas monitoras por ônibus por parte das empresas garante também mais eficiência no atendimento prestado aos estudantes usuários do transporte escolar municipal", finalizou Tiguila Paes. 

Comentar