Até a publicação desta matéria, os 9 vereadores que votaram contra o bairro e adjacências não haviam se...

Da Redação
18/06/2014 21:10:00
Até a publicação desta matéria, os 9 vereadores que votaram contra o bairro e adjacências não haviam se manifestado sobre o assunto

[imagem] Mizael Marcelly

 Perguntamos aos 9 vereadores da base aliada do governo Moura Junior (PMDB), na Câmara Municipal, por que eles votaram contra a Emenda Modificativa nº 1, juntada ao Projeto de Lei 16/2014.  A Emenda rejeitada garantia a construção de um ginásio de esportes no bairro Bom Retiro, sem custo nenhum para os cofres públicos da cidade. A obra seria totalmente construída pela Copersucar, como contrapartida ao direito que a companhia obteve da Câmara Municipal para construir em subsolo público um duto de 1,9 quilômetro, por onde passará boa parte da sua produção de etanol.


A pergunta foi enviada entre às 19h50 e 20h07 de ontem (17), para os endereços eletrônicos oficiais (e-mails) dos vereadores Sandro Caprino (PRB), Dú Cazellato (PP), Marquinho Fiorella (PP), Edilsinho Rodrigues (PPS), Danilo Barros (PCdoB), Gustavo Yatecola (PTdoB), João Pinto Mota (PSDC), Zé Coco (PTB) e Marquinho da Bola (PSB). Solicitamos aos parlamentares que enviassem suas versões até às 15h00 de hoje (18), mas até a publicação desta matéria (vide horário no topo da página) nenhum deles havia respondido. 

Favoráveis

Também procuramos ouvir os vereadores Tiguila Paes (PRTB), Angela Duarte (PRTB), Fábio Valadão (PROS), Custódio Campos (PT), doutor João Mota (PT) e Simeia Zanon (PROS), que votaram à favor da Emenda Modificativa nº 1, ou seja, por eles o ginásio de esportes do Bom Retiro seria construído pela Copersucar.

O único da base aliada à votar favorável, Tiguila Paes (PRTB) disse à nossa reportagem que prefere não comentar o assunto. A assessoria do vereador Custódio Campos (PT) respondeu dizendo: “Nosso voto favorável à Emenda Modificativa 01, juntada ao Projeto de Lei 16/2014, foi uma decisão da bancada do Partido dos Trabalhadores e quaisquer justificativa deverá ser dada pelo líder da bancada, vereador Dr. João Mota”. Doutor João Mota também não respondeu à nossa reportagem.

Os três vereadores restantes enviaram seus respectivos posicionamentos sobre a Emenda. Acompanhem!

Simeia Zanon (PROS)
“A emenda foi proposta por essa Vereadora por acreditar que o setor público e privado caminham juntos, sendo essa uma prática que ocorre em outras cidades”.

Angela Duarte (PRTB)
Solicitei a emenda de contrapartida junto à  Copersucar, emenda esta que recebeu parecer favorável do Jurídico da Câmara, por entender que a Copersucar estará arrecadando anualmente com a implantação dos dutos para armazenamento de álcool aproximadamente R$ 34 milhões por ano. E, isso só será possível graças à concessão administrativa de subsolo que pertence ao povo paulinense e não ao Executivo. 

Logo, nada mais justo devolver ao povo uma pequena parte deste benefício com a construção de um ginásio de esportes em uma região totalmente desprovida de recursos públicos, pois, o atual poder público não tem nenhuma proximidade com os bairros da periferia da cidade, que gritam socorro por falta de investimentos. A região do Bom Retiro, Cooperlotes e adjacências não possui sequer um calçamento decente e até a UBS funciona de forma improvisada em uma casa sem as mínimas condições de atendimento digno.

Além, disso nossas praças de esportes estão todas desativadas por falta de manutenção do poder público e até mesmo os projetos em contra turnos escolares foram abruptamente interrompidos. E o que é pior, com o apoio da base aliada”.

Fábio Valadão (PROS)
"O Projeto de Lei nº16/14 trata de concessão administrativa de uso de subsolo público por parte da empresa Copersucar, que interligará a empresa a Replan. Na única reunião que tive oportunidade de participar com a empresa, tive a cautela de questionar se o Prefeito não havia exigido nenhuma contraprestação pela concessão gratuita do subsolo. Como a resposta foi negativa, naquele mesmo dia defini com as colegas Ângela Duarte (PRTB) e Siméia Zanon (PROS) a elaboração de uma Emenda, que viesse beneficiar algum local da cidade. 

Chegamos à conclusão de pedir a construção de um Ginásio de Esportes na região do Bom Retiro, que carece de um local digno para práticas esportivas, porque acreditamos nos benefícios reais que o esporte proporciona, como disciplina, trabalho em equipe, enfim, um verdadeiro exercício de cidadania.

Assim, como um dos Autores da Emenda e principalmente por pautar todos os meus atos em benefício da população, entendo que perdemos uma ótima oportunidade de trazer um local digno, que certamente auxiliaria principalmente as crianças e adolescentes daquela região.

Defendo a parceria Público/Privada, porque viabiliza projetos e necessidades da população. Caso a Emenda fosse aprovada, a construção atenderia a uma demanda importante, sem que a Municipalidade gastasse um único centavo. Acredito que o empresário que visualiza lucro em Paulínia e ganha benefícios da Prefeitura também possa contribuir de alguma forma com a comunidade".

Foto: Cláudia Arantes/CMP

Comentar