Os “barracos” com membros do primeiro escalão de Moura Junior (PMDB) ocorreram na tarde de ontem (27), em frente à UBS do...

Da Redação
28/04/2014 09:33:00
Os “barracos” com membros do primeiro escalão de Moura Junior (PMDB) ocorreram na tarde de ontem (27), em frente à UBS do Centro

[imagem] A Eleição do novo Conselho Municipal de Saúde de Paulínia, durante todo o dia de ontem, domingo (27), foi marcada também por brigas e confusões entre membros do primeiro escalão da administração do prefeito Edson Moura Junior (PMDB) e populares.  Um vídeo gravado por uma moradora de Paulínia com o telefone celular e obtido com exclusividade pelo Correio Paulinense Online mostra a confusão generalizada.

Os portões da UBS (Unidade Básica de Saúde) Centro já haviam sido fechados, quando aconteceu a primeira confusão. O conhecido “Jorjão” teria ido reclamar ao Secretário de Saúde de Paulínia, Renato Cardoso, sobre a falta de insulina na rede municipal de Saúde e os dois começaram a discutir. O vídeo mostra a partir do momento em que o Secretário de Saúde, Renato Cardoso acusa “Jorjão” de ter agredido uma moça. “Quer que eu traga a pessoa que você agrediu? Você agrediu uma moça de 28 anos”, disse Cardoso.  “Jorjão” negou a agressão e rebateu: “Ela disse que eu gritei com ela, eu não grito nem com a minha esposa, eu converso”..  O Secretário criticou o tom de voz  de “Jorjão”. “Ah, você tá conversando. Desse jeito?”. Guardas Municipais e pessoas que presenciavam a discussão interviram para acalmar os ânimos. 

“Jorjão” criticou o palavreado do Secretário Cardoso que o chamou de “merda”. “Comigo você não vai ganhar não”, disse o titular da Saúde. “Eu sou nascido e criado aqui, você caiu de paraquedas aqui, colega. Os outros Secretários compravam remédios, não deixavam faltar. Mandavam comprar na farmácia. Dei o protocolo dia 17 de julho para pegar uma insulina, eu não recebo. Ele manda o Marquinho falar com a gente. Por que não recebe eu lá? protestou “Jorjão”.

Na sequência, Aristeia Aparecida Rodrigues, professora da rede municipal de Educação, mas atualmente diretora de departamento da Secretaria de Promoção Social, envolveu-se numa briga com a dona de casa Leca Herrera. A diretora e a dona de casa assistiam a discussão entre Cardoso e “Jorjão”, quando Leca  decidiu afastar-se e as duas acabaram se esbarrando "de ombros". Leca disse ter questionado a servidora pública, que teria respondido ironicamente: "Desculpa, eu não tinha lhe visto". O vídeo mostra Aristeia empurrando Leca com as duas mãos e a dona de casa revidando com uma bolsada, que acabou atingindo a diretora pública.

“Ela bateu com o ombro em mim de propósito e ainda foi sarcástica comigo”,
contou Leca. A diretora da Promoção Social postou no Facebook que havia sido empurrada pelas costas, enquanto conversava com um amigo. O vídeo desmente a versão da servidora pública. 

Completamente alterada, Aristeia gritou vários palavrões e partiu para cima de Leca, mas foi impedida por pessoas que assistiam as cenas lamentáveis.  Os maridos saíram em defesa das esposas e por pouco a briga não ficou ainda pior. Em seguida, o jornalista Raoni Beltrami Zambi,  diretor de Comunicação do governo Moura Junior (PMDB) fez ameaças à um homem que trabalhava de fiscal na eleição do CMS. “Fica na sua cara. Fica na sua, se não você vai levar porrada”, ameaçou o diretor. Desta vez, foi a esposa que defendeu o marido. “De quem ele vai elevar porrada? De você?  Bate em mim, eu sou mulher dele”, disse a mulher. A gravação não mostra o motivo da discussão entre o jornalista e o casal, não identificado por nossa reportagem. 

O jornalista assessor de Moura Junior já é famoso por intimidar e ameaçar pessoas em eventos oficiais públicos. O fotógrafo e colunista esportivo do Correio Paulinense (Impresso e Online), Lucas Rodrigues, registrou queixa na delegacia de Polícia Civil da cidade contra Raoni Zambi, após ser intimidado e ameaçado duas vezes por ele. O Correio Paulinense está dando todo o suporte jurídico à Lucas Rodrigues, que processará judicialmente o jornalista da Prefeitura, por ameaça, calúnia, injúria e difamação. 

VEJA O VÍDEO

Foto: Reprodução/Vídeo

Comentar