Arthur Freire diz que não reconhece Associação do Pazetti e barra presidente e vice na entrega

Da Redação
21/04/2014 13:05:00
Arthur Freire diz que não reconhece Associação do Pazetti e barra presidente e vice na entrega

[imagem] Bruno Pereira e Eliezer Silva Franco, respectivamente presidente e vice da Associação de Moradores do Residencial Pazetti, legalmente constituída, foram impedidos de acompanhar a entrega parcial das casas do primeiro módulo, nesta manhã de segunda-feira, no Theatro Municipal de Paulínia. Segundo eles, primeiro um homem chamado Rubens, que se apresentou como sendo da equipe de apoio, pediu para que eles se retirassem. Diante da negativa dos representantes da Associação, Rubens saiu dizendo que ia falar com secretário de Habitação Danilo Garcia, mas não voltou. 


“Então chamamos o inspetor Chaves, da Guarda Municipal. Ele pediu para esperarmos e momentos depois voltou com uma moça chamada Adriana, assessora do prefeito. Ela nos disse que não poderíamos entrar porque era um encontro reservado apenas para os compradores que receberiam as chaves. Alegamos que éramos representantes legais dos moradores”, contou Eliezer. 

De acordo com o vice-presidente, Adriana pediu para eles aguardarem um momento e depois voltou acompanhado do secretário dos Negócios Jurídicos da Prefeitura, Arthur Augusto Campos Freire. “O Doutor Arthur disse que não reconhecia a Associação de Moradores do Pazetti e por isso nós não entraríamos no teatro”, afirmou ele.

Ainda segundo Elizer, o Secretário Jurídico ameaçou investigar a Associação e também a autoria de um panfleto distribuído na cidade, informando a doação das casas do 3º módulo do residencial para moradores do Acampamento Menezes.

Presidente e vice registraram queixa na delegacia da cidade, assim como uma compradora do 1º  módulo que também foi barrada pelo pessoal da prefeitura..

Mais notícias sobre a entrega parcial das casas do 1º módulo do Residencial Pazetti você confere aqui no Correio Paulinense Online. 

Foto: Lucas Rodrigues/CP Imagem

Comentar