Às vésperas da entrega do 1º módulo, governo Moura Junior (PMDB) deixa famílias do Pazetti angustiadas

Da Redação
19/04/2014 23:58:00
Às vésperas da entrega do 1º módulo, governo Moura Junior (PMDB) deixa famílias do Pazetti angustiadas

[imagem] No último dia 10, a Secretaria de Habitação de Paulínia informou que entregaria as 372 casas do 1º módulo do Residencial Pazetti, no bairro Saltinho, nesta segunda-feira (21), feriado de Tiradentes. Entretanto, durante esta semana muitos proprietários do 1º módulo foram informados pela Secretaria que não receberão as chaves da casa própria na data prometida.

A Secretaria de Habitação não informou os motivos, mas segundo informações extraoficiais, eles deverão comparecer à Prefeitura quarta-feira (23) e comprovarem que moram no município há pelo menos 5 anos.


Segundo o próprio secretário de Habitação, Danilo Garcia, centenas de documentos foram revisados e inúmeras irregularidades corrigidas, durante os preparativos para a entrega das chaves, que acontecerá a partir das 09h00 desta segunda (21), no Teatro Municipal de Paulínia “Paulo Gracindo”. “Desde o início tomei todas as providências necessárias para entregar o mais rápido possível as casas”, afirmou o prefeito Edson Moura Junior (PMDB), na matéria da assessoria de imprensa sobre a entrega das 372 casas. “Se todos os contratos foram revisados, os problemas sanados e o prefeito tomou todas as medidas para entregar as nossas casas, por que essa triste notícia agora?”, questionou um dos compradores, que ficaram de fora.

Na rede social Facebook, uma compradora do Pazetti desabafou em solidariedade aos vizinhos que não estarão juntos com ela no teatro. “Eles estão arrasados, isso não se faz viu, não msm, pois eles (a Prefeitura) estão lidando com os sonhos das pessoas... Aqui ninguém ganhou nada não, todos COMPRARAM, PAGARAM E AINDA ESTÃOO PAGANDO POR SEUS IMÓVEIS e fazer isso às vésperas da entrega das chaves é desumano, não consigo nem encontrar palavras certas para descrever esta situação”, disse ela.

Tania Rodrigues, compradora de uma das casas do módulo 1 do Pazetti afirmou agora a pouco à nossa reportagem não ter sido chamada para comparecer ao teatro. “Eles disseram que chamariam todo mundo do 1º módulo, mas não recebi nem satisfação. Tenho contrato assinado, estou com a pré-obra em dia, mas não fui chamada”, disse ela e complementou: “Mesmo assim vou lá na segunda pra ver o que dá. Ainda tenho fé que pego minhas chaves, mesmo sem eles terem me ligado”.

Tania finalizou indignada com a situação. “O que me irrita é que não tem nada de graça, é pago. Tem gente passando necessidade com esse descaso todo. E a gente fica criando expectativa e na hora H nada”, disse ela. 

O Correio Paulinense Online não conseguiu ouvir ninguém da Prefeitura sobre o assunto.

Foto: Reprodução

Comentar