Disparate: Moura Junior (PMDB) paga R$ 270 mil para “Vai Vai” desfilar em Paulínia, mas recorre ao governo estadual para dá...

Da Redação
25/03/2014 13:51:00
Disparate: Moura Junior (PMDB) paga R$ 270 mil para “Vai Vai” desfilar em Paulínia, mas recorre ao governo estadual para dá “esmolas” de R$ 80,00 aos mais carentes de Paulínia

[imagem] Durante todo o tempo em que MENTIU dizendo que era ele o CANDIDATO À PREFEITO em 2012, Edson Moura (PMDB) prometeu um auxílio mensal de R$ 1.380,00 (mil trezentos e oitenta reais) às famílias carentes do município. Era o tal do programa eleitoreiro “+ PAZ”. Mas como costuma repetir o “blogueiro azeitona”, serviçal político dos Moura: “A VERDADE É FILHA DO TEMPO”. Moura derrubou a própria máscara, mostrando o candidato fajuto que era e colocando o filho Edson Moura Junior (PMDB) em seu lugar, no apagar das luzes de 6 de outubro de 2012, véspera das eleições. 


O filho, por sua vez, diminuiu o “ + Paz” prometido pelo pai para 1 (um) Salário Mínimo. Oito meses se passaram, desde a posse do novo governo municipal, dia 16 de julho, e até agora nem o “+ Paz” do pai e nem o “- Paz” do filho. Muito pelo contrário: o que houve foi um genocídio do Terceiro Setor no município, responsável justamente pelo atendimento à milhares de pessoas carentes e em vulnerabilidade. CACO, AIJ, APAE, AUPACC, CASA DO MENOR, CENTRO SÃO FRANCISCO DE ASSIS e outras entidades da cidade foram atingidas covardemente por Moura Junior (PMDB), que reduziu à pó o dinheiro que as entidades recebiam da Prefeitura, para fazerem o que eles (os Moura) nunca fizeram, de fato: CUIDAR DOS MAIS NECESSITADOS. 

Mas como se não bastasse gastar TRÊS MILHÕES E QUINHENTOS MIL REAIS no V Festival de Cinema, em dezembro do ano passado, Moura Junior (PMDB) pagou R$ 270.000,00 (duzentos e setenta mil reais) à Vai Vai, para  a tradicional escola de samba paulistana “desfilar” no sambódromo paulinense na segunda-feira do carnaval, este ano. Dinheiro (do contribuinte paulinense) que poderia comprar, por exemplo, soro fisiológico para o Hospital Municipal da cidade. Mas não. Moura Junior (PMDB) preferiu “agraciar” a escola de samba, que mostrou  no Sambódromo do Anhembi a “Paulínia Feliz” existente na fantasia do pai dele, em vez de atender uma necessidade básica da Saúde.

Aí, numa tentativa grotesca de ludibriar a opinião pública, Moura Junior (PMDB) aparece na foto de uma matéria do site da Prefeitura sobre a ampliação na cidade de dois programas do Governo Estadual: Ação Jovem e Renda Cidadã. Ambos transferem R$ 80, 00 (oitenta reais) por mês para os beneficiados. Neste caso, cabe a seguinte pergunta: TEM CABIMENTO MOURA JUNIOR PASSAR O “CHAPÉU” NO GOVERNO ESTADUAL PARA OFERECER ESTA “ESMOLA” À QUEM ELE PROMETEU MAIS (- PAZ) E O PAI MAIS AINDA (+ PAZ)? 

O Renda Família do PAS (Programa de Ação Social), deixado pelo ex-prefeito José Pavan Junior (PSB), tem sido a “salvação” de milhares de famílias carentes do município. O atual governo ainda não implementou nenhuma transferência de renda para os mais necessitados da cidade. Dia 7 deste mês, Moura Junior (PMDB) nomeou uma cabo eleitoral/pedagoga diretora do tal  “+ Paz”. Até agora, NADA. A questão não é se a nomeação renderá “– ou + PAZ” e sim se este governo, priorizando cinema e carnaval, vai virar alguma coisa?

Foto: Reprodução/Facebook

Comentar