De acordo com o jornalismo da emissora, Juliano Dip não desmentiu as informações, mas apenas deu a versão de...

Da Redação
26/02/2014 21:34:00
De acordo com o jornalismo da emissora, Juliano Dip não desmentiu as informações, mas apenas deu a versão de Paulínia sobre a polêmica

[imagem] Com o patrocínio da Rede Globo e o aporte financeiro da Prefeitura de São Paulo cada escola de samba do Grupo Especial tem R$ 2 milhões para gastar. A Vai-Vai tá fazendo um Carnaval de quase R$ 5 milhões, para homenagear os “50 Anos de Paulínia”, nesta sexta-feira, 28. A informação foi dada pelo repórter Juliano Dip, da CBN São Paulo, durante o programa de Tania Morales, sobre o Carnaval 2014. 


A radialista perguntou por que a Vai-Vai escolheu Paulínia como homenageada. “A verdade é que a Vai-Vai tá precisando de dinheiro, tá construindo uma quadra nova e foi atrás de um enredo patrocinado. Você não pode colocar nenhuma marca de produto no sambódromo, mas um cidade você pode homenagear. Então, Paulínia trouxe o dinheiro, que é o que a Vai-Vai precisava para construir a quadra”, explicou Dip.

Ainda de acordo com o repórter da CBN, a comunidade da Vai-Vai está muito feliz, pois a escola sairá da Praça 14 Bis, no Centro da Capital, para uma quadra maior, construída supostamente com dinheiro público de Paulínia. “Só se ganha dinheiro no Carnaval com patrocínio ou ganhando o título. A Vai-Vai quer as duas coisas. Trouxe o patrocínio de Paulínia, que tá fazendo 50 anos, a cidade vai bancar o enredo, e o renomado carnavalesco Chico Spinosa para ganhar o título”, disse Dip.

A maior campeã do Grupo Especial de São Paulo, com 14 títulos conquistados, a Vai-Vai, também chamada carinhosamente de “Saracura”, será a penúltima escola à desfilar no Sambódromo do Anhembi, na madrugada deste sábado, 29. “Nas Chamas da Vai-Vai – Paulínia 50 Anos” promete render um desfile luxuoso e com grandiosidade. “Para se ter uma ideia o abre-alas escola tem quase 70 metros de cumprimento, onde será reproduzirá a estrada de ferro, que deu origem a cidade de Paulínia, com um vagão de trem funcionando”, contou Dip e finalizou: “É por isso que é bom ter dinheiro para fazer um carnaval”.

Outro lado

Em Nota Oficial publicada terça-feira (25) na página virtual da Prefeitura a administração Moura Junior (PMDB) negou o repasse de qualquer recurso público para a Escola de Samba Vai-Vai. “A administração considera justa a homenagem a Paulínia em razão da importância da cidade para o Brasil”, diz a nota.

Entramos em contato com o departamento de jornalismo da CBN São Paulo. Segundo a emissora, no mesmo dia em que a reportagem sobre o suposto patrocínio de Paulínia à Vai-Vai foi ao ar, o repórter Juliano Dip deu a versão da Prefeitura da cidade, negando a informação. Porém, a CBN afirmou que as informações do suposto patrocínio teriam sido passadas à Dip pela própria escola de samba.   

Foto: Reprodução

Comentar