Fiorella (PP) confirmou a informação e disse que o número de vagas corresponde a 20% do atual quadro de funcionários da...

Da Redação
21/02/2014 18:18:00
Fiorella (PP) confirmou a informação e disse que o número de vagas corresponde a 20% do atual quadro de funcionários da Casa

[imagem] O Correio Paulinense Online apurou que a Câmara Municipal de Paulínia contratará 23 estagiários de níveis médio, fundamental, universitário e educação especial. As contratações tornaram-se possíveis graças à um acordo entre o Poder Legislativo e o Ministério Público da Cidade.

“O Projeto já foi protocolado na Secretaria da Casa e será votado na sessão do próximo dia 25”, explicou o presidente Marcos Roberto Bolonhesi, o Marquinho Fiorella (PP). Ainda segundo ele, o número de vagas para estagiários corresponde à 20% do total dos atuais funcionários legislativos. 

A faixa salarial, segundo informações obtidas por nossa reportagem, será de 2 (dois) salários mínimos vigentes. A Câmara pretendia uma remuneração de quatro salários, mas a recomendação do MP foi pela metade. Os estagiários serão distribuídos entre os gabinetes dos vereadores, incluindo o da Presidência, e setores administrativos da Casa. 

Reforma administrativa

Em abril de 2012, ainda na gestão do então presidente Marcos Roberto de Bernarde, o Marquinho da Bola (PPSB), a Câmara Municipal de Paulínia extinguiu 37 dos 126 cargos comissionados, por recomendações do Ministério Público (MP) e Tribunal de Contas do Estado (TCE).  Na época, o número de comissionados correspondia a 64,6% do efetivo do Legislativo, que era de 195 funcionários. 

Em dezembro do mesmo ano o TCE voltou a exigir um novo corte, por entender que o número de comissionados ainda era excessivo.  No final do ano passado, o atual presidente da Casa, Marcos Roberto Bolonhesi, o Marquinho Fiorella (PP), teve que demitir mais 42 cargos, entre assessores de vereadores e administrativos. Atualmente, segundo o Departamento Pessoal, a Câmara opera com 115 funcionários, entre concursados e comissionados. 

Foto: Lucas Rodrigues/CP Imagem

Comentar