A “Paulínia da Vai-Vai” embala os sonhos de um novo amanhã, enquanto a Paulínia real vive um verdadeiro pesadelo

Da Redação
17/02/2014 02:55:00
A “Paulínia da Vai-Vai” embala os sonhos de um novo amanhã, enquanto a Paulínia real vive um verdadeiro pesadelo

[imagem] Faltando apenas 12 dias para completar 50 Anos, Paulínia vive a expectativa de ser festejada pela campeoníssima Vai-Vai no Sambódromo Paulistano, mas ao mesmo tempo não sabe se terá o seu próprio “Carnaval de Aniversário” no Sambódromo Paulinense.  A tradicional escola de samba, que já faturou 14 títulos do Grupo Especial de São Paulo, incumbiu o carnavalesco Chico Spinosa de criar um espetáculo esplendoroso, à altura da Paulínia que inspirou o enredo 'Nas Chamas da Vai-Vai, 50 Anos de Paulínia', Mas, a Paulínia que “venderam” para a majestosa “saracura” é fruto da fantasia de quem, no passado,  já a “vendeu” como Cidade Feliz , Disney Word brasileira e agora “viaja” dizendo que Hollywood é aqui.  


Na sinopse da Vai-Vai 2014, o carnavalesco Chico Spinosa retrata justamente a fantasiosa “Paulínia, Cidade Feliz”,  que será mostrada para o Brasil e o Mundo, no dia do cinquentenário da Paulínia Real: 28 de fevereiro. A Paulínia nua e crua de hoje está acabando com as suas mais importantes entidades sociais;  não respeita portadores de deficiências, pacientes de câncer, idosos, menores abandonados, moradores de rua, dependentes químicos; deixa faltar o básico nas redes de saúde, educação e segurança; larga milhares de pessoas esperando por exames, porque não pagou a fatura da empresa fornecedora; não paga em dia a educação técnica e universitária de sua juventude; não quer entregar as casas de quem já pagou por elas;  em vez de abrir, fecha creches; gastou TRÊS MILHOES E MEIO DE REAIS em apenas quatro dias de “festival”, mas diz que não tem dinheiro para pagar o lanche de seus esportistas; não respeita nem a própria Emancipação Política e por aí “vai, vai”... Uma cidade assim serviria de inspiração para escola de samba? 

Mas, enquanto a “Paulínia da Vai-Vai” está garantida no Sambódromo do Anhembi, a Paulínia dos paulinenses não tem nenhuma garantia de dias melhores, muito pelo contrário. Até o presente momento somente enganação, descaso e desrespeito com a população. Nos últimos sete meses a prioridade tem sido cinema, cinema e cinema, enquanto as áreas essenciais pedem socorro. “NA TELA UM FILME REVELA QUEM ESTÁ EM CARTAZ. É A MAGIA DO CINEMA NACIONAL. PAULÍNIA... É ELA! A ESTRELA DO MEU CARNAVAL” diz o samba-enredo dos compositores Vagner Almeida, Mineiro, Loirinho, Marcinho Z.Sul e Edinho Gomes. 

Se o filme na tela da “Vai-Vai” fosse o que está em cartaz nas salas dos paulinenses, desde 16 de julho passado, o Brasil e o Mundo saberia que PAULÍNIA É A “ESTRELA” DE UM ÚNICO “CARNAVAL”: A ATUAL ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL.

Foto: Reprodução/Internet

Comentar