Compradores do Pazetti reclamam da falta de segurança e temem que o residencial seja invadido

Da Redação
16/02/2014 09:56:00
Compradores do Pazetti reclamam da falta de segurança e temem que o residencial seja invadido

[imagem] O Presidente da Associação dos Moradores do Residencial Pazetti, Bruno Pereira, disse agora a pouco ao Correio Paulinense Online que ontem à noite o local estava sem nenhum segurança. “Preocupados com os boatos de que provavelmente o residencial será invadido fui com algumas pessoas lá, durante a madrugada de ontem, e constatamos que não havia um segurança protegendo o local. Batemos, chamamos e ninguém nos atendeu”, afirmou. De acordo com Pereira a construtora Mello Azevedo é responsável pela segurança do local.


Através das redes sociais, o presidente da Associação demonstrou a sua preocupação e sugeriu um rateio entre os compradores do residencial para a contratação de segurança privada ou que os proprietários desempregados se revezem na vigilância do local. “Pelo menos assim garantimos uma ação mais eficaz e rápida se tentarem invadir. Do jeito que lá está abandonado será muito fácil...”, publicou Pereira na página da Associação

Segundo Magda Xavier, que também comprou casa no Pazetti, sexta-feira, por volta das 19h00 não tinha ninguém fazendo a segurança do residencial. “Vi dois homens em cada entrada do residencial e fiquei preocupada porque não era o pessoal da guarda”, contou ela. Os boatos da provável invasão do conjunto habitacional se espalharam pelas redes sociais, preocupando as famílias que adquiriam suas casas. Tentamos falar com a construtora Mello Azevedo, mas não localizamos ninguém. 

Protestos

Os compradores do Residencial Pazetti já realizarm dois protestos em frente ao PALÁCIO 28 DE FEVEREIRO contra a demora na entrega das casas. Na primeira ocasião, os manifestantes foram recebidos pelo Secretário de Habitação Danilo Garcia, que prometeu agilizar a solução do problema, mas até agora tudo continua do mesmo jeito. Os moradores tentaram ser recebidos pelo prefeito Edson Moura Junior (PMDB), mas não conseguiram. 

Fotos: Lucas Rodrigues/CP Imagem

Comentar