No Natal passado nenhuma árvore foi montada dentro do centro de compras. Apenas uma estrutura de ferro, do lado de fora, foi iluminada pela...

Da Redação
31/01/2014 20:18:00
No Natal passado nenhuma árvore foi montada dentro do centro de compras. Apenas uma estrutura de ferro, do lado de fora, foi iluminada pela Prefeitura.

[imagem] De acordo com o Extrato do Contrato 282/2013, publicado na edição de quarta-feira (29) no Semanário Oficial de Paulínia, a Prefeitura contratou a empresa L. F. Comércio e Construções Paulínia LTDA – ME para “montagem de árvore de Natal no Paulínia Shopping”. De acordo com a publicação, o contrato foi formalizado no dia 20 de dezembro de 2013, pelo valor R$ 77.000,00 (setenta e sete mil reais), através do Convite 40/2013.


O convite é a modalidade de licitação utilizada para contratações de menor vulto, ou seja, para a aquisição de materiais e serviços até o limite de R$ 80.000,00 (oitenta mil reais), e para a execução de obras e serviços de engenharia até o valor de R$ 150.000,00 (cento e cinquenta mil reais). Esta modalidade se destina a interessados que pertençam a ramo de atividade pertinente ao objeto a ser licitado e deve ter a participação de pelo menos três empresas convidadas para o certame.

Entretanto, a decoração natalina interna do Paulínia Shopping, em dezembro passado, não contou com árvore de Natal. A Prefeitura de Paulínia iluminou uma estrutura de ferro localizada na parte externa do shopping. A estrutura era coberta por uma lona, derrubada por um forte temporal que atingiu a cidade em novembro de 2011, quando o Paulínia Shopping era administrado pela empresa Pró-Shopping.

Nossa reportagem tentou falar com o dono da L. F. Comércio e Construções Paulínia, que deveria funcionar na Rua Hercília Gomes Navarro, 415, na Vila Nunes, mas trata-se de uma residência normal. Fomos atendidos por um morador da casa e segundo ele a L. F., na verdade, era no número 414, da mesma rua.

Nos dirigimos à segunda casa e falamos com a sogra de Luiz Ferreira, dono da L. F. A mulher informou lá era a residência do genro e que o escritório da empresa ficava no centro, porém não soube dizer o endereço. “Tem uma moça que fica lá”, disse a senhora.  Registramos imagens da casa, mas resolvemos não publicar por não ter conseguido com o dono da L. F. 

Intervenção

O centro de compras Paulínia Shopping está sob a intervenção da Prefeitura de Paulínia desde 9 de setembro de 2013, após ser lacrado por problemas na segurança e falta de alvará de funcionamento e laudo do Corpo de Bombeiros. Quatorze dias depois, o shopping foi reaberto com a segurança atestada, segundo a Prefeitura informou na época, pelo Corpo de Bombeiros da cidade.

Antes de ser interditado pelo município, o local era administrado pela Pro-Shopping, administradora de shoppings centers. O interventor, nomeado pelo prefeito Edson Moura Junior (PMDB) é Wilson Machado, Secretário de Indústria e Comércio e dono do jornal Tribuna.

Foto: CP Imagem/Arquivo

Comentar