Siméia (PSDC) protesta contra aumento do orçamento da Cultura, de R$ 33 milhões em 2013 para R$ 120 milhões em 2014

Da Redação
02/10/2013 03:48:00
Siméia (PSDC) protesta contra aumento do orçamento da Cultura, de R$ 33 milhões em 2013 para R$ 120 milhões  em 2014

[imagem] A vereadora Siméia Zanon (PSDC) destacou o aumento da dotação orçamentária da Secretaria Municipal de Cultura, durante a sessão ordinária desta terça-feira, 1º de outubro. Segundo a vereadora, em 2014 o prefeito Edson Moura Junior (PMDB) pretende destinar R$ 120 milhões dos cofres públicos para a pasta, comandada atualmente pela socióloga Mônica Trigo.  No ano passado, a Câmara Municipal aprovou apenas R$ 33 milhões para a Cultura do Município. “É um aumento exorbitante”, frisou a vereadora.  


Para Siméia o atual governo deveria adotar como prioridade o atendimento humano nos serviços públicos municipais, a merenda escolar e o pagamento das indenizações dos funcionários do Centro de Ação Comunitária (Caco) e Associação para a Infância e Juventude (AIJ).  A vereadora também definiu como “uma palhaçada” a audiência do Plano Plurianual (PPA) ,realizada no último dia 25 na Câmara Municipal. “Não teve explanação do Orçamento e nem do PPA. A audiência pública deveria ter sido aproveitada para falar de contas e de tudo o que vai acontecer e não para shows”, reclamou a vereadora.

Siméia também cobrou a falta de resposta do prefeito Edson Moura Junior (PMDB) aos requerimentos dos vereadores solicitando informações de  atos do Poder Executivo. A vereadora finalizou contestando a Indicação do vereador Sandro Caprino (PRB), líder do governo Moura Junior (PMDB) na Câmara, sugerindo  a criação de cargos de confiança na Secretaria Municipal de Segurança Pública. “Desde o início deste governo estamos passando por um momento muito difícil e temos outras prioridades”, disse ela. 

Foto: Claudia Arantes/CMP

Comentar