Fiorella está em "campanha" para conquistar o apoio das 19 cidades que compõem a RMC

Da Redação
26/02/2013 00:00:00
Fiorella está em "campanha" para conquistar o apoio das 19 cidades que compõem a RMC

O vereador e presidente da Câmara Municipal de Paulínia Marquinho Fiorella (PP) quer criar uma Frente Parlamentar com os Presidentes dos Legislativos da Região Metropolitana de Campinas (RMC), composta por 19 cidades, para buscar recursos no Governo Federal. Segundo a assessoria de imprensa de Fiorella, três municípios já declararam apoio ao projeto.

Na manhã da última quinta-feira (21), Fiorella apresentou o projeto da Frente aos presidentes Silvio José Conservani (PV), de Artur Nogueira, e Adezio Dias Barboza (PMDB), de Engenheiro Coelho. O vereador Campos Filho (DEM), presidente da Câmara de Campinas, foi o primeiro a apoiar a iniciativa do colega paulinense.

A proposta de Fiorella é unir os presidentes dos Legislativos da RMC em defesa de políticas públicas para o desenvolvimento da região. ?A Frente buscará recursos no Governo Federal para diversas áreas da Região, entre elas, saúde, educação e segurança. A união das Câmaras é de extrema importância, pois, além de fiscalizar os prefeitos, temos a missão de buscar investimentos para melhorar os serviços públicos oferecidos pelas cidades que representamos?, disse o presidente paulinense.

O presidente da Câmara de Artur Nogueira, Silvio José Conservani (na foto com Fiorella), comentou a iniciativa. ?Embora sejamos de cidades diferentes, compartilhamos dos mesmos problemas na segurança, habitação, saúde, entre outras áreas. Tudo que for para o bem da população sempre estaremos dispostos a trabalhar e participar?, afirmou Conservani. ?Um presidente sozinho tem pouca força. Se formos em cinco, dez, para Brasília a recepção será bem diferente?, completou Fiorella.

De acordo com a assessoria de Fiorella, os Presidentes de Paulínia, Campinas, Artur Nogueira e Engenheiro Coelho já planejam desembarcar nos Ministérios da Justiça e das Cidades, em Brasília, levando uma série de reivindicações para os seus municípios.

Foto: Divulgação/CMP

Comentar