Administração do Theatro Municipal Paulo Gracindo será privatizada

Da Redação
10/08/2022 17:08:33
Administração do Theatro Municipal Paulo Gracindo será privatizada

Teatro completou 14 anos em julho

Além de pagar pela concessão administrativa do teatro, cujo projeto já tramita na Câmara, empresa que vencer licitação fará obras e reformas no prédio

Como o Correio adiantou em novembro do ano passado, a administração do Theatro Municipal de Paulínia deve ser transferida para a iniciativa privada. Nesta terça-feira (9), o Poder Executivo protocolou na Câmara de Vereadores (CMP) projeto de lei em que pede autorização legislativa para privatizar a gestão do “Paulo Gracindo”.

Segundo o prefeito Du Cazellato (PL), autor da proposta, a operacionalização do “Paulo Gracindo” será feita por uma empresa com “expertise e know-how” em gestão de teatro, a ser escolhida por concorrência pública (licitação) de concessão administrativa, caso os vereadores aprovem a privatização.

De acordo com o texto do projeto, além de pagar mensalmente ao Município pela concessão,  a futura administradora realizará todas as obras e reformas necessárias no prédio do teatro. “A efetivação dessa política pública propiciará a conservação do próprio (prédio do teatro), bem como a valorização e rentabilização do espaço, gerando, outrossim, renda para o Município e empregos aos munícipes”, ressaltou Cazellato. O prazo da concessão administrativa será de 10 anos, renovável por igual período.

Inspirado no Kodak Theatre de Los Angeles (EUA), onde acontece a cerimônia do Oscar, o Teatro Municipal de Paulínia é um importante espaço cultural multiuso, para apresentações de músicas clássicas, artes cênicas e exibição de filmes. Inaugurado em julho de 2008, custou R$ 53 milhões ao Município, segundo informou, na época, a Secretaria Municipal de Cultura

Entretanto, há pelo menos seis anos, o “Paulo Gracindo” vem apresentando problemas estruturais, que dificultam ou impedem seu pleno funcionamento. Com a privatização administrativa, o teatro deve voltar a receber grandes espetáculos com total conforto e segurança ao público.

Mizael Marcelly
Foto: Consuelo Lima

Comentar