“De Boa na Lagoa” leva prêmio internacional de educação sustentável

Da Redação
02/08/2022 18:08:13
“De Boa na Lagoa” leva prêmio internacional de educação sustentável

Creche fica dentro da Lagoa do João Aranha

Projeto da Creche Municipal “Antonia Joana Barsi Ferrari” brilhou na Conferência Mundial da Omep, na Grécia; em apenas um ano, já são quatro premiações conquistadas

Com apenas um ano de existência, o Projeto “De Boa na Lagoa”, desenvolvido pela Creche Municipal “Antonia Joana Barsi Ferrari”, comemora mais uma importante conquista: o Prêmio Educação Sustentável para a 1ª Infância, na 74ª  Conferência Mundial da Omep World, realizada entre os dias 12 e 15 de julho passado, em Atenas, capital da Grécia.

Executado dentro da Lagoa do João Aranha, um dos cartões-postais de Paulínia e onde a creche está localizada, o projeto tem como objetivo despertar os alunos de 0 a 3 anos para a importância do desenvolvimento sustentável, agora e no futuro. Segundo a Prefeitura, ao todo, cinco projetos foram premiados, e o “De Boa na Lagoa” representou a América Latina na Conferência.

Por meio da assessoria de imprensa, o prefeito Du Cazellato (PL)  parabenizou a chamada “Creche da Lagoa”, pela importante conquista: “Sem dúvida, o trabalho executado pela equipe da creche é um orgulho para a nossa cidade. Parabenizo e agradeço a todos os envolvidos neste projeto, que tanto tem contribuído com a formação dessas crianças”.

A secretária municipal de Educação, Angela Duarte, também comentou o prêmio. “Um reconhecimento que atesta ainda mais o brilhante trabalho das profissionais à frente deste projeto que, além de lindo e contagiante, envolve as nossas crianças em um tema tão imprescindível como é a sustentabilidade”, disse ela ao Correio.

Com o “De Boa na Lagoa”, a creche municipal já venceu outros três importantes prêmios de educação para o desenvolvimento sustentável (EDS): Histórias que transformam, Meu Pátio é o Mundo e o Fundação Lemman – Conectando Boas Práticas.

 

A diretoria da unidade, Tânia do Amaral Gomes, afirmou, por meio da assessoria de imprensa, que “as atividades do projeto são constantes e envolvem os alunos e a comunidade”. “Essa parceria entre escola e comunidade é fundamental para o sucesso do projeto”, completou.

Já as professoras Eloina da Silva e Caroline Ferreira destacaram que “a realidade do entorno da creche foi incorporada através de desenhos e pinturas, noções de cuidados com o meio ambiente e aulas de reciclagem”, e concluíram: “Trata-se de um trabalho constante de valorização do espaço que ocupamos, com noções de cidadania, preservação e respeito às pessoas e ao meio ambiente”. 

Mizael Marcelly
Foto: Divulgação

Comentar