“A informação que temos é que não foi proposital”, diz PM sobre atropelamento de “Mão Branca”

Da Redação
03/03/2021 15:03:15
“A informação que temos é que não foi proposital”, diz PM sobre atropelamento de “Mão Branca”

Vítima completaria 41 anos em outubro

Caminheiro foi atingido por um veículo da Garbuio Transportadora, e acabou morrendo no HC da Unicamp

(Atualizada às 19h09, de 03/03/2021) Na manhã desta quarta-feira (3), o caminhoneiro Alexandre Batista Patrício, mais conhecido como Mão Branca, foi atropelado por um caminhão da Garbuio Transportadora e, infelizmente, acabou falecendo no Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp. Ele participava de uma manifestação contra o aumento do diesel, quando foi atingido pelo veículo. O Correio conversou com o Capitão/PM Rubens de Oliveira Santin, comandante da 4ª Cia da Polícia Militar de Paulínia, que acompanhou a ocorrência. 

“Até o momento, a informação que temos é que não foi proposital”, afirmou o capitão, com base em relatos coletados no local do atropelamento, ocorrido na Rodovia Professor Zeferino Vaz, nas proximidades da Refinaria de Paulínia (Replan). De acordo com ele, Mão Branca ajudava na organização dos caminhões que estavam aderindo ao movimento, quando foi atingido acidentalmente. “Como o caminhão (da Garbuio) era alto o motorista acabou não vendo (Mão Branca)”, explicou Santin

Ainda de acordo com o capitão, o motorista da Garbuio, que não teve o nome divulgado, não fugiu do local. “Ele foi conduzido para a Delegacia de Polícia Civil da cidade, para prestar esclarecimentos. O circuito de imagem do caminhão será periciado e revelará o que de fato aconteceu”, concluiu Santin.

Em 2018, Mão Branca, que completaria 41 anos em outubro deste ano, foi um dos líderes da paralisação dos caminhoneiros em Paulínia, e sua morte está sendo muito repercutida nas redes sociais. No ano passado, ele concorreu para vereador de Paulínia pelo MDB e obteve 61 votos.

Procurada pelo Correio, a Garbuio Transportadora encaminhou a seguinte NOTA DE ESCLARECIMENTO:

"A EUCLIDES RENATO GARBUIO TRANSPORTES LTDA, através de sua diretoria, lamentavelmente, vem pela presente nota manifestar sua consternação pelo infortúnio ocorrido com seu colaborador no qual ocasionou o falecimento do Sr. Alexandre Batista Patrício, mais conhecido como Mão Branca. 

Nosso Colaborador em momento algum desejou ou previu o incidente ocorrido, trata-se de uma triste fatalidade na qual estamos profundamente abalados, infelizmente não temos como reverter a situação mas estamos buscando dar todo o conforto possível a família no intuito de amenizar essa perda. 

Buscamos capacitar todos os nossos colaboradores com o máximo possível de resguardo e segurança, temos a certeza de que todos os fatos serão devidamente esclarecidos, não estamos medindo esforços para auxiliar nas investigações. 

Por fim, não existem palavras que demonstrem a nossa tristeza pelo ocorrido, a Família da Transportadora Garbuio se solidariza com a família do Sr. Alexandre Batista Patrício.

A Diretoria".


Foto: Reprodução/Redes Sociais

Comentar