Paulínia tem 430 eleitores entre 16 e 17 anos e seis com 100 ou mais

Da Redação
10/08/2020 20:08:36
Paulínia tem 430 eleitores entre 16 e 17 anos e seis com 100 ou mais

De 2016 para cá, foram emitidos mais de 10 mil novos títulos

Levantamento do TSE aponta ainda que mulheres lideram eleitorado paulinense apto ao voto nas eleições deste ano

Dos 79.885 eleitores paulinenses aptos ao voto nas eleições municipais deste ano, 41.506 (52%) são mulheres. É o que aponta o último levantamento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre o perfil do eleitorado brasileiro.

Consolidados e divulgados na semana passada, os números indicam também que Paulínia tem 52 eleitores com 16 anos e 378 com 17 anos – nessas faixas etárias o voto não é obrigatório.  Eleitores entre 70 e 99 anos, que também não são obrigados a votar, somam 4.945. A cidade possui ainda seis eleitores com 100 anos ou mais. Já os votantes entre 18 e 20 anos são 3.784. 

No mapa estatístico do TSE, o grau de escolaridade do eleitorado paulinense foi consolidado assim: 25.818 (32,32%) eleitores concluíram o ensino Médio e 9.523 (11,92%) não; 15.076 (18,87%) o Superior e 5.675 (7,1%) não; 5.498 (6,88%) o Fundamental e 14.926 (18,68%) não; 2.193 (2,75%) sabem lê e escrever: e 1.176 (1,47%) são analfabetos.

Casados representam 45,1% dos eleitores e solteiros 44,7%. Deficientes físicos, auditivos, visuais, entre outros, somam 477. Seis paulinenses que solicitaram a inclusão de seus nomes sociais no titulo eleitoral também estão aptos ao voto. Nome social é aquele pelo qual pessoas transexuais, travestis ou qualquer outro gênero preferem ser chamadas no cotidiano e não pelo o de batismo, que não reflete sua identidade de gênero. 

Em comparação à última eleição regular, o número de eleitores em Paulínia cresceu quase 15%: de 69.520 em 2016 para os atuais 79.88510.365 a mais. Segundo o TSE, 66.184 fizeram o cadastro biométrico e 13.701 não. Entretanto, em razão da pandemia do novo coronavírus o voto biométrico foi excluído do pleito eleitoral deste ano. 

Foto: Ilustração

Comentar