Executiva estadual recorre contra liminar que suspendeu intervenção no PSDB Paulínia

Da Redação
29/07/2019 20:07:11
Executiva estadual recorre contra liminar que suspendeu intervenção no PSDB Paulínia

Processo da convenção tucana foi judicializado sexta-feira (26)

Rogério Mion disse ao Correio que segunda convenção tucana, marcada para esta terça-feira (30), vai depender da decisão judicial sobre o recurso

Escalado para comandar provisoriamente o PSDB de Paulínia, Rogério Mion informou ao Correio que a Executiva Estadual recorreu contra a liminar que suspendeu a intervenção no partido e manteve a convenção de sexta-feira (26), quando Du Cazellato, vereador e ex-prefeito interino, e Sargento Camargo (PDT) foram escolhidos para concorrer a prefeito e vice-prefeito na eleição suplementar de 1º de setembro.  

O Correio teve acesso à decisão provisória do juiz eleitoral de Paulínia, Bruno Luiz Cassiolato. De acordo com o magistrado, a intervenção no PSDB municipal não ocorreu em conformidade com o artigo 136 do Estatuto tucano, que trata das “hipóteses em que poderão ocorrer atos de intervenção de diretórios superiores em diretórios inferiores”. 

O pedido de liminar foi feito pelos vereadores Cazellato, Edilsinho Rodrigues, líder do partido na Câmara, e Marcelo Mello, ex-secretário municipal de Obras e tesoureiro do então diretório dissolvido pela intervenção. De acordo com Mion, a segunda convenção do PSDB, marcada para esta terça-feira (30), vai depender da decisão judicial sobre o recurso da Executiva tucana.

Foto: Reprodução/Facebook


Comentar