Estoque de medicamentos e insumos começa a ser reabastecido em Paulínia

Da Redação
13/02/2019 23:02:04
Estoque de medicamentos e insumos começa a ser reabastecido em Paulínia

Prefeito e Secretário de Saúde no Centro de Distribuição de medicamentos

O prefeito interino, Loira (DC), foi conferir os primeiros 83 itens entregues no Centro de Distribuição: “outros mais de 100 estão para chegar”, disse ele

O reabastecimento de medicamentos e insumos no Centro de Distribuição (CD) da rede municipal de saúde começou nesta terça-feira (12), segundo informou a assessoria do prefeito interino Antonio Miguel Ferrari, o Loira, (DC). Inicialmente, chegaram 83 itens, entre remédios e insumos, que estavam em falta nas farmácias do hospital e unidades básicas de saúde do município.

Nesta quarta-feira (13), Loira (DC) esteve no CD, acompanhado do secretário de saúde Luis Carlos Casarin, conferindo os lotes recebidos, “Nos próximos dias vamos receber uma nova lista de medicamentos e insumos, com mais de 100 itens”, afirmou o prefeito interino.

De acordo o secretário da pasta, o acúmulo e paralisação de processos de compras, bem como atraso no pagamento de fornecedores, são alguns dos fatores que explicam o desabastecimento nas farmácias da rede municipal. “Imediatamente organizamos um esforço em equipe para retomada de todos os processos. Em duas semanas conseguimos encaminhar processos acumulados, disparando novas atas e pregões, providenciando o andamento de contratos parados, além do pagamento atrasado de fornecedores”, explicou Casarin.

A normalização do estoque para atender hospital, UBSs e a população será gradativa.  “Importante ressaltar que, todas as normas vigentes legais estão sendo criteriosamente respeitadas, priorizando sempre a transparência na aplicação dos recursos públicos. A agilidade nas aquisições, também, está condicionada aos fluxos e normas legais, por isso, o reabastecimento está ocorrendo de forma gradativa e deverá ser normalizado nas próximas semanas”, afirmou o secretário.

A falta de medicamentos na rede pública de Paulínia tem sido alvo constante de reclamações dos usuários. “Estamos trabalhando muito para resolver os problemas da saúde, que é uma das minhas prioridades”, concluiu o prefeito Loira (DC). 

Foto: Divulgação/PMP

Comentar