CP da suposta troca de favores entre prefeito e vereadores entra na reta final

Da Redação
24/08/2018 20:08:48
CP da suposta troca de favores entre prefeito e vereadores entra na reta final

O primeiro a depor foi o sargento aposentado Luiz Roberto de Lima, autor da denúncia

Dixon (Progressistas) não prestou depoimento e nem justificou a ausência; 54 pessoas foram ouvidas e processo tem mais de 3.300 páginas

A Comissão Processante (CP) contra o prefeito Dixon Carvalho (Progressistas) e 13 dos 15 vereadores de Paulínia entra na reta final dos trabalhos. Após a maratona de depoimentos, de 25 de junho a 10 de agosto, a CP intimou os denunciados para apresentação das alegações finais, entre segunda-feira (20) e esta sexta-feira (24). Dos 14 agentes políticos, apenas Dixon Carvalho (Progressistas) e o vereador Manoel Barbosa de Souza, o Manoel Filhos da Fruta (PCdoB), não apresentaram. O prefeito de Paulínia também não compareceu para depor, nem justificou. 

Já na segunda-feira (27), começa o prazo de cinco dias para a Comissão Processante (CP) elaborar e apresentar seu relatório final sobre o caso. O parecer da CP, pela procedência ou improcedência da denúncia contra prefeito e vereadores, será submetido à votação do Plenário da Câmara, durante sessão extraordinária de julgamento a ser convocada pela Presidência da Casa. 

O relatório final da CP será aprovado ou rejeitado pelo voto de dois terços, no mínimo, dos membros da Câmara, ou seja, por 10 vereadores desimpedidos.

Números
Instalada no dia 26 de fevereiro, a Comissão Processante 02/2018 completa hoje 162 dias.  Entre denunciante, testemunhas (defesa e acusação) e denunciados foram ouvidas 54 pessoas e o processo já ultrapassou a marca das 3.300 páginas.

Foto: Notícias Paulínia/ Reprodução

Comentar