“Não houve furto e sim um equívoco”, diz dono de cinema sobre caso “Faby Garcez”

Da Redação
12/05/2018 15:05:47
“Não houve furto e sim um equívoco”,  diz dono de cinema sobre caso “Faby Garcez”

"Estou tranquila, pois, foi realmente um equívoco e vou provar isso na Justiça", disse a consultora de moda

Marcelo Dias, dono do Top Cine Plex, procurou o Correio para comentar o caso, que viralizou nas redes sociais; a consultora de moda também falou à nossa reportagem

No último domingo (5), a consultora de moda Faby Garcez acabou se envolvendo em uma polêmica no Top Cine Plex, do Paulínia Shopping. Acompanhada do marido Eduardo Garcez e dos filhos, Bica, como também é conhecida, acabou pegando uma carteira no balcão da bomboniere e guardando em sua bolsa, segundo ela, “por engano”. Ela relatou ao Correio que antes de começar a sessão das 10hs, o marido comprou pipoca e bombons. “Quando fui pegar os bombons a carteira estava junto e eu achei que fosse a do Duda (o marido). Então, peguei e coloquei na bolsa”, afirmou. 

Após a sessão, o casal foi abordado pelos seguranças do shopping e, só então, segundo a consultora, foi percebido o equívoco. “Prontamente, devolvi a carteira e pedi desculpas”, explicou. A consultora enviou ao Correio trechos de uma conversa que ela teve pelo Facebook, na terça-feira (8), com o dono da carteira, Jarcksom Antunes.  “Quando fiquei sabendo que ele (Jacksom) postou o vídeo (onde ela aparece pegando os bombons, a carteira e que viralizou nas redes) o chamei no Messenger, expliquei que foi um equívoco, pedi desculpas, mas ele foi irredutível”, explicou.

Marcelo Dias, dono do Top Cine Flex, procurou o Correio para falar sobre o assunto. “Não houve furto e sim um equívoco”, afirmou Dias. Segundo o empresário, o problema foi prontamente solucionado. “A carteira foi devolvida. Ela (Faby Garcez) viu o equívoco que ocorreu, o cliente (Jacksom) foi avisado, e ele foi, buscou a carteira, não tava faltando nada, ele prontamente olhou, tava tudo ok. E, analisando as imagens, o cinema e por toda ação que  teve lá dentro, principalmente, pela devolução do bem do reclamante não houve prática de crime”, afirmou Dias.

Sobre as imagens postadas nas redes sociais, o empresário disse não saber como elas vazaram. Dias explicou ainda que o dono foi buscar a carteira no dia seguinte, por opção. “O cinema ligou para ele dizendo, olha a sua carteira foi identificada e já tá em nosso poder, mas ele já havia ido embora”. O dono do Top Cine Plex esclareceu que o cinema não registrou boletim de ocorrência, e, que ele ainda não foi chamado para prestar depoimento na delegacia. “Não abrimos (queixa na polícia) porque o cinema foi o local dos fatos, mas, assim, não envolveu diretamente o cinema. Então, por enquanto não teve nada. Mas, assim, se formos chamados, claro, que vamos lá, esclarecemos os fatos do jeito que estou narrando”. 

O empresário afirmou ter ouvido relatos positivos sobre a postura e o caráter da consultora de moda. “A gerente do cinema, minha primeira funcionária, disse que Faby é nossa cliente, frequenta muito o cinema e, claro, nunca teve uma vírgula para se falar dela lá, nem de reclamação, nem nada. Então, uma pessoa, parece, todo mundo relatou pra mim, de excelente postura e caráter”, finalizou.

Polícia
Faby Garcez e Jacksom Reis registraram suas versões dos fatos na delegacia de polícia civil. "Estou tranquila, pois, foi realmente um equívoco e vou provar isso na justiça", disse a consultora. Nossa reportagem não conseguiu contato com Jacksom Reis.

De acordo com o delegado Rodrigo Luis Galazzo, a polícia já instaurou inquérito e o caso será apurado como possível furto qualificado. “Esse inquérito está sendo presidido pelo doutor Carlos (Carlos Renato de Melo Ribeiro, delegado adjunto) que, provavelmente, já está tomando todas as providências”, disse Galazzo. 

Foto: Facebook/Faby Garcez

Comentar