Aprovados no início do mês, PCCV geral e do Magistério aguardam sanção de Dixon (PP)

Da Redação
27/12/2017 21:12:34
Aprovados no início do mês, PCCV geral e do Magistério aguardam sanção de Dixon (PP)

Servidores de Paulínia comemoraram a aprovação dos planos de cargos, carreiras e vencimentos

A expectativa dos servidores municipais era que as leis fossem publicadas ainda este ano, mas, segundo informações, o prefeito tem até o dia 8 de janeiro para isso

s servidores do quadro geral e do Magistério da Prefeitura de Paulínia esperam que o prefeito Dixon Carvalho (PP) sancione e publique, ainda este ano, os Planos de Cargos, Carreiras e Vencimentos (PCCV), aprovados pela Câmara de Vereadores no último dia 05. A expectativa  do servidores municipais era que as lei fossem publicadas ainda este ano, mas, segundo informações, o prefeito tem até o dia 8 de janeiro para isso

Até as propostas finais aprovadas pela Câmara, as trajetórias dos dois planos foram marcadas por muitas negociações, debates e até protestos contra a administração Dixon (PP), que estaria fugindo de compromissos assumidos com o STPMP (Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Paulínia), para um plano que contemplasse o máximo das reivindicações e anseios da categoria.

Para o STSPMP,  a aprovação dos Planos de Cargos, Carreiras e Vencimentos, após anos de luta, foi a realização de um sonho para os mais de 5 mil servidores públicos municipais. “Foi um amplo e exaustivo processo de discussões com todos os segmentos da categoria, em reuniões organizadas pelo Sindicato, que contou com a efetiva participação dos Representantes da Categoria, com os Servidores em reuniões gerais e setoriais e com a presença de alguns Secretários e diretores da Administração”, afirmou o sindicato, em nota publicada dois dias após a aprovação dos PCCVs.

De acordo com a entidade, a administração Dixon (PP) acabou acatando cerca de 90% das reivindicações do quadro geral e do magistério.  “Destacamos que muitos Servidores estiveram diretamente trabalhando nas tabelas, cálculos e anexos e que todas as contribuições foram extremamente valiosas para a efetivação dos planos”.

Para a categoria pública municipal, o PCCV significa um grande e importante avanço, pois, trará melhorias para o serviço público e, consequentemente, para o atendimento à população. Algumas reivindicações não foram atendidas,  mas o sindicato garante que continuará lutando para que todas aconteçam. 

Vetos
O Correio apurou que o prefeito ainda não teria sancionado os planos, porque pretende vetar alguns pontos dos projetos aprovados pela Câmara. Caso isso ocorra, os vetos deverão ser submetidos à deliberação da Câmara de Vereadores, que poderá mantê-los ou derrubá-los, pela maioria simples dos votos.

Como a Prefeitura de Paulínia só volta à funcionar a partir das 12hs de 2 janeiro de 2018, não conseguimos localizar ninguém para comentar o assunto. 

Foto: Facebook/STSPMP

Comentar