PRP e Pavan (PSDB) pedem impugnação da prestação de contas do prefeito eleito Dixon (PP)

Da Redação
16/11/2016 17:11:30
PRP e Pavan (PSDB) pedem impugnação da prestação de contas do prefeito eleito Dixon (PP)

Pavan e PRP: pedidos de impugnação serão analisados pela Justiça Eleitoral

Assessoria de Dixon diz que ele já esclareceu e apresentou documentos à Justiça, sobre supostas irregularidades na prestação

A prestação de contas do prefeito eleito de Paulínia Dixon Carvalho (PP) recebeu dois pedidos de impugnação na Justiça Eleitoral, formulados pelo Diretório Municipal Provisório do PRP (Partido Republicano Progressista) e pelo atual prefeito José Pavan Junior (PSDB). As duas ações foram protocoladas no Cartório Eleitoral da cidade, na tarde do último dia 10, praticamente juntas.

O Correio ainda não conseguiu ter acesso às alegações do PRP e Pavan (PSDB) para impugnar as contas de Dixon (PP). No entanto, sexta-feira (11), informamos, em primeira mão, o relatório preliminar de técnicos do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP), à disposição da Justiça Eleitoral local, apontando supostas “inconsistências” na prestação de contas da campanha pepista. O prefeito eleito protocolou esclarecimentos na tarde de segunda-feira (14), dentro do prazo de 72 horas, estipulado pela Justiça Eleitoral, mas o teor da defesa ainda não foi divulgado.

A assessoria de imprensa do prefeito eleito de Paulínia encaminhou nota ao Correio, sobre os pedidos de impugnação. "Os esclarecimentos quanto aos apontamentos (no relatório preliminar dos técnicos do TCE-SP) já foram feitos à Justiça e todos os documentos entregues dentro do prazo estabelecido." Os esclarecimentos feitos por Dixon (PP) foram encaminhados ao MPE (Ministério Público Eleitoral), para manifestação. Não conseguimos contato com o PRP municipal e nem com os advogados do atual prefeito José Pavan Junior (PSDB), que concorreu à reeleição, mas perdeu. 

Comentar