Pela primeira vez, o PSDB governa Paulínia: Pavan deixou o PSB dia 30 de março e virou tucano dia 1º de abril, véspera do...

Da Redação
23/04/2016 13:07:00
Pela primeira vez, o PSDB governa Paulínia: Pavan deixou o PSB dia 30 de março e virou tucano dia 1º de abril, véspera do fim da “janela partidária”

[imagem] A Justiça Eleitoral já liberou a lista atualizada de filiados dos 35 partidos políticos existentes hoje no Brasil. A atualização ocorreu cerca de 20 dias após o fim da maratona de filiação e desfiliação, dia 02 de abril, para quem pretende disputar cargos eletivos esse ano. Em Paulínia, a troca de partido mais comentada foi a do prefeito José Pavan Junior.  


No dia 29 de março, o jornalista Mizael Marcelly comentou em sua coluna (Deixem-me Falar...) sobre os rumores indicando que Pavan deixaria o PSB e iria para o PSDB. No mesmo dia, à noite, a assessoria do prefeito chamou Marcelly no WhatsApp e afirmou: “O Pavan continua no PSB e não irá para o PSDB. É oficial”. O desmentido foi publicado pelo Correio no dia seguinte (30). 7 de abril, uma fonte ligada à Coordenação Regional do PSDB informou ao Correio que Pavan havia se filiado ao partido, contradizendo a informação oficial do dia 29, que o prefeito permaneceria no PSB. 

Tentamos confirmar oficialmente a nova informação, mas a assessoria do prefeito disse que, naquele momento, não estava sabendo de nada, mas que Pavan, provavelmente, iria se pronunciar por meio de Nota à Imprensa, o que não aconteceu, até hoje. 

Após tantos “saiu e não saiu”, “foi e não foi”, hoje (23) o Correio apurou oficialmente o assunto. O prefeito José Pavan Junior deixou o PSB dia 30 de março, um dia após a sua assessoria negar que ele deixaria o partido,  e filiou-se ao PSDB no dia 1º de abril, conforme dados do Filiaweb, sistema de filiações partidárias do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).  Consta no motivo da desfiliação de Pavan do PSB “a pedido do eleitor”. Pela primeira vez na história, Paulínia é governada pelo PSDB, já que a vice-prefeita Vanda Camargo, também é do partido. 

Além do prefeito, nove vereadores de Paulínia -  ZÉ COCO, TIGUILA PAES, FÁBIO VALADÃO, MARQUINHO DA BOLA, DOUTOR JOÃO MOTA, MARQUINHO FIORELLA, DANILO BARROS, EDILSINHO RODRIGUES, DÚ CAZELLATO – disputarão as próximas eleições por novos partidos. 

Foto: Reprodução/Filiaweb

Comentar