VELHA POLÍTICA E MUDANÇA dominam os debates políticos da city. FILHOS DA POLÍTICA EM QUE É “FEIO” SER...

Da Redação
19/04/2016 13:44:00
VELHA POLÍTICA E MUDANÇA dominam os debates políticos da city. FILHOS DA POLÍTICA EM QUE É “FEIO” SER DECENTE COSPEM NO PRÓPRIO BERÇO; O "BAFO" DOS “CABOS” em 2008

[imagem] Boooooooooa taaaaaaaaaaaaaaarde, meus meus amoooooooores!!! Minha amada amiga e colega de profissão, Alethea Patrícia, lançou o “Life’s About”, um blog interessantíssimo, com artigos relevantes sobre alimentação, atividade física, saúde/bem-estar, coisas e afins, beleza e estilo, pets, e viagens. Maravilhoso o visual da página inicial, mas é o conteúdo dos temas abordados pela jornalista que prende – me prendeu, e vai prender você. Vale à pena conferir. “Parabéns, amaaaaaaaaaada, e que o “Life’s” seja uma megassucesso. Beijos!”

Com a ficha imoral e ilegal que ele tem, ouvir o Eduardo Cunha falando em Deus, durante a votação do impeachment de Dilma, foi deprimente. Misericórdia! Chamado de ladrão (em alto e bom tom) por vários colegas deputados, Cunha nem tchum para a “agressão verbal”. Muito pelo contrário, reagia com o seu famoso sorriso cínico, irônico, bem no estilo desafiador: “sou mesmo, e daí”? Náuseas, muitas náuseas. E os deputados dedicando os votos ao “papai, mamãe, filhinho, filhinha, gato, periquito, cachorro e papagaio”?  Teve um que levou o próprio herdeiro adolescente para proferir o “Sim” ao impedimento da presidente, mas o “bofinho” ficou só na vontade, e totalmente desconcertado. Uma deputada pintou o marido, prefeito de Montes Claros (DF), como santo e exemplo de gestor público, mas na manhã de ontem (18) ele foi preso pela PF, acusado de roubalheira na Saúde daquela city

Bem, agora está nas mãos do Senado Federal manter ou tirar Dilma, acusada de crime de responsabilidade. Pelo andar da carruagem, tudo indica que o Vice-Presidente Michel Temer chegará à titularidade do Governo Federal, com o apoio de Eduardo Cunha, que, assim como Temer, estão na lista negra da Lava Jato. “Contra a corrupção, voto sim, Senhor Presidente”, foi a justificativa de voto mais repetida no microfone da Câmara Federal, domingo (17). Contra a corrupção?  Como assim? Bem, caso Temer mude mesmo do “Jaburu” para o “Alvorada”, a bela Marcela Temer, paulinense da gema, será Paulínia no Planalto Central. O que isso vai mudar na vida da city? Em minha opinião, no máximo, poderá render uma “propagandazinha” aqui, outra acolá, de Paulínia – nada mais. 

Se o grito pela saída de Dilma ecoar também (como muitos acham que vai) nas eleições  deste ano, o povo deverá renovar, dia 02 de outubro, a maioria absoluta dos Prefeitos e Vereadores, em todo o pais. Por aqui, Paulínia City, MUDANÇA e VELHA POLÍTICA têm dominado os debates entre defensores de diferentes grupos políticos (velhos e novos), de olho na Câmara e, claaaaaaaaaaro, na Prefeitura. Em toda eleição, o desejo de mudança sempre vem à tona, mas, aqui especificamente, a renovação tem acontecido apenas na Câmara. 

Na última eleição de 2012, Paulínia elegeu 10 novos vereadores – TIGUILA PAES (PPS), ANGELA DUARTE (PRTB), DANILO BARROS (PR), ZÉ COCO (PV), DOUTOR JOÃO MOTA (PV), JOÃO MOTA PINTO (PSDC), EDILSINHO RODRIGUES (PSDB), SANDRO CAPRINO (PRB), FÁBIO VALADÃO (PRTB), e DÚ CAZELLATO (PSDB). Entretanto, o índice de renovação, propriamente dita, foi de 50%, já que na Legislatura 2009/2012 a Câmara tinha apenas 10 vereadores.  Por outro lado, na Prefeitura o babado tem sido diferente. Salvo de 97 a 2000, quando o queridíssimo Dude Vedovello governou a city, de 1989 aos dias atuais, as famílias Pavan e Moura vêm se revezando no comando do governo municipal, seja pelo voto popular ou por decisões judiciais. Atualmente, o espirituoso Pavan está no poder.

Já o tema VELHA POLÍTICA nunca foi tão explorado, como hoje. Aliás, o mais curioso é ver LEGÍTIMOS FILHOS DA VELHA POLÍTICA LOCAL criticando, de forma negativa, o próprio berço político, como se dele não tivessem nascido. Interessantíssimo, isso. Que VELHA POLÍTICA é essa, da qual tanto se fala? No meu entendimento, é a POLÍTICA DOS CORONÉIS, DOS CACIQUES, E NA QUAL É "FEIO" SER DECENTE.  UM SISTEMA FONTE INESGOTÁVEL DE TUDO O QUE NÃO SE DEVE FAZER, QUANDO SE QUER PROMOVER, VERDADEIRAMENTE, MUDANÇAS POSITIVAS NA VIDA DE UMA COLETIVIDADE.  

Pensada e executada para beneficiar pouquíssimos e massacrar a maioria carente do país, a VELHA POLÍTICA, além de criar novos ricos, ainda deixou (e continua deixando) mais rico quem já tinha (tem) muita bufunfa, tudo ilicitamente, às custas do dinheiro da saúde, educação, transporte, segurança, serviços sociais, entre outras “fontes de receita” da corrupção. 

Inúmeros estados e municípios brasileiros penam há décadas nas mãos da VELHA POLÍTICA. O belíssimo Maranhão só se desgarrou da família Sarney em 2014, com a eleição triunfal, com quase 64% dos votos e no primeiro turno, do governador Flávio Dino (PC do B). Os Sarney ficaram décadas no comando de um dos Estados mais pobres da federação – somente o Estado, porque eles... E, é justamente O PAVOR À MUDANÇA que faz a VELHA POLÍTICA rejeitar, contestar, repudiar, e atacar qualquer NOVIDADE capaz de interromper o seu mandato absoluto, como aconteceu no Maranhão.

Por aqui, uma das cidades mais ricas do Estado, a VELHA POLÍTICA já causou grandes e irreparáveis danos ao erário público e, consequentemente, na vida da população, que deveria ter à sua disposição, MAS NÃO TEM, os melhores serviços públicos do país, pelo volume de dinheiro ( mais de um bilhão, por ano) que entra nos cofres municipais. Além de ser altamente mais nociva do que benéfica para qualquer população, a VELHA POLÍTICA é um verdadeiro poço de prepotência, e costuma ser impiedosa com quem se mete em seu caminho. 

Nas últimas três décadas, a VELHA POLÍTICA paulinense vendeu VERDADEIROS ESTELIONATOS, disfarçados de PLANOS DE GOVERNO, prometendo transformar Paulínia em vários e revolucionários tipos de cidade: Cidade Feliz, Cidade Turística, Cidade do Cinema, Cidade da Pirâmide, Cidade Digital, Cidade da Moradia para todos, Cidade do Emprego, Cidade dos Remédios, Cidade das Creches, Cidade da Saúde de 1º Mundo, entre outras promessas que nunca foram cumpridas, mas que mesmo assim algumas delas custaram milhões aos cofres públicos. Neste exato momento, a VELHA POLÍTICA tem pessoas altamente qualificadas, trabalhando no planejamento minucioso no próximo “TIPO DE CIDADE” dos sonhos, que tentarão “vender”, a partir de 16 de agosto, quando começa, oficialmente, a disputa pela Prefeitura Municipal. 

A VELHA POLÍTICA é mestra, também, na “arte” de construir suas bases de apoio na base da mentira, enganação e falsidade, sobretudo, contra gente simples e de boa-fé, que acredita em suas falácias premeditadas. Maquiavélica, depois ela descarta as pessoas como lixo, sem direito à reciclagem, e segue dormindo tranquilamente, como se nada tivesse feito. Um episódio ocorrido no final da campanha política de 2008, mostra que VELHA POLÍTICA não tem limites, é capaz de qualquer maldade pelo poder..  

Naquele ano, cada candidato a vereador foi chamado e autorizado pelos “chefes da bagaça” (indicador e indicado) a contratar 100 (cem) cabos eleitorais, pelo cachê individual de R$ 500,00 (quinhentos reais) – ou seja, R$ 50 mil por cada cento contratado. Principalmente os novatos, que ao longo da campanha tiveram quase nada de apoio, ainda mais em dinheiro, subiram pelas paredes, de tanta alegria, afinal, apenas os “escolhidos” (veteranos bons de votos e com mandatos, de preferência) tinham tamanho privilégio.

Maaaaaaaaaaas, depois de tudo lindo, “muito mais do que lindo, very, very beautiful”, a VELHA POLÍTICA deu o bote final: os tais R$ 50 mil seriam pagos só depois das eleições, independentemente do resultado das urnas.
A vigarice foi verbalizada exatamente assim: “Se você e o Prefeito forem eleitos, recebe. Se você for e o Prefeito não, também recebe. Se o prefeito for e você não, recebe do mesmo jeito. Pode confiar. Pode contratar”.

O sujeito que não tinha um cabo eleitoral ficou doido com a possibilidade de ter um pequeno “exército” trabalhando para ele, e o melhor: sem ter que desembolsar um tostão para a “folha”. Sabiam de nada, inocentes! Pois é, a euforia foi tanta, que a maioria não percebeu os riscos altíssimos de contratar tanta gente, contando com o “ovo no fiofó” da VELHA POLÍTICA, aparentemente, cheia das “melhores intenções” - #SQN. Passadas as eleições, a dura, cruel, e desesperadora realidade veio à tona para muitos, que caíram na armadilha. Teve gente que perdeu comércio, entrou em depressão, sofreu ameaças de cabos querendo receber, alguns até foram agredidos por seus credores. Outros pagaram a “folha” antes das eleições, mas com dinheiro que tomaram emprestado, inclusive, com agiotas, e viveram o mesmo pesadelo.  

E a “VELHA POLÍTICA”? Oxi! Uns foram para os States, outros cavalgar em “puros sangue” árabes, ingleses ou lusitanos, bem distante daqui. Seus rádios e celulares tocavam, tocavam e tocaaaaaaaavam, até os candidatos enganados por eles desistirem de cobrar, o que lhes era devido. Alguns, até conseguiram a proeza de receber depois, mas muitos ficaram “lascados e não pagos”, até hoje. Um verdadeiro horror de desumanidade, mau-caratismo, desonestidade e má-fé, das mais perversas. E é essa VELHA POLÍTICA, (repito) dos coronéis e caciques e onde é "feio" ser decente, que, além de querer continuar mandando, ainda dá "lições de moral" por aí? Pode isso, Arnaldo?

Bem, meus amoooores, hoje (19) tem sessão da Câmara, a partir das 18h30, sempre com transmissão ao vivo, pela TV Câmara, na internet. Tenham todos uma semana espetacular, ABENÇOADA E PROTEGIDA POR NOSSO PAI CELESTIAL. Muitos beijos e abraços. Au revoir!

Foto: Reprodução/Internet

Comentar