POLÍCIA OUVIRÁ LÍDER ESTUDANTIL SOBRE “DISTRIBUIÇÃO DE DINHEIRO” NO “VITÓRIA”;...

Da Redação
13/04/2016 14:37:00
POLÍCIA OUVIRÁ LÍDER ESTUDANTIL SOBRE “DISTRIBUIÇÃO DE DINHEIRO” NO “VITÓRIA”; Nenhuma “vírgula oficial”; O NOVO CORREIO, vem aí; VAZOU COM A MALA DE DINHEIRO!

[imagem] Boaaaaaaaaaaaaa taaaaaaaaaaaaaarde, meus amoooooooores! Antipetista fervoroso (dizem), o Ministro Gilmar Mendes do Supremo Tribunal Federal (STF) assumirá a Presidência de outro colegiado, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no próximo dia 12 de maio e, consequentemente, o comando das Eleições Municipais desse ano. Lá pelas bandas de Brasília, dizem que isso é péssimo para a presidente Dilma Rousseff, cujas contas da campanha de 2014 estão sendo questionadas pela Corte Eleitoral. Já pelas bandas daqui, segundo uma passarinho (de lá) me contou, a gestão Gilmar Mendes no TSE poderá mudar a atual configuração da Câmara da City, em plena corrida eleitoral.  Seria a volta da ex-vereadora Simeia Zanon à cadeira, e de Flávio Xavier (PSDC) à suplência? Eita peste! Vai saber! Bem, vamos aguardar!


Falando na corrida eleitoral 2016, a saída do espirituoso Pavan do PSB e a ida dele para o PSDB continuam bombando nas mesas redondas – reais e virtuais - da city. Entretanto, até agora, nenhuma “vírgula oficial” sobre o assunto. Enquanto isso, quem filiou-se ao PSB na intenção de disputar as próximas eleições pela futura coligação pavanista está roendo as unhas (das mãos e dos pés) de preocupação, sem saber o que poderá acontecer. A grande questão é: se o PSB caiu mesmo (como estão falando) na base do prefeiturável Palito, será que os pré-candidatos pavanistas, no partido, conseguirão disputar? 

Neste sentido, a situação mais delicada, sem sombra de dúvidas, é a do vereador Marquinho Fiorella, que virou pessebista dentro da “janela partidária”. Bem, delicada na minha visão, pois Fiorella tem demonstrado muita tranquilidade em relação a isso.Anderson Henrique, pré-candidato à Câmara pelo PSB, está realmente preocupado, pois, com apenas 20 anos, quer tornar-se o vereador mais novo da história legislativa paulinense, posto este ocupado, atualmente, pelo ex-vereador Gordura, eleito aos 22 anos, em 1996. O segundo do ranking é o vereador Danilo Barros (PR), eleito pelo PC do B, em 2012, aos 25 anos. 

Falando no líder estudantil, Anderson Henrique será ouvido pelo delegado Marco Evangelista no caso da suposta distribuição de dinheiro, em troca de filiações, no Hotel Vitória. “Existe uma ocorrência sobre isso, e tenho que esclarecer os fatos”, me disse Evangelista. Esse bapho, baseado numa denúncia de Daniel Messias (PCO), foi manchete de capa da última edição do jornal O Cromo (sábado 7), onde comecei minha carreira em 1993. Sinceramente nem ia “meter meu bedelho” nessa história (pelos motivos mais abaixo), mas fui procurado pelo próprio Anderson Henrique, dizendo que me enviaria uma Nota sobre o quiproquó – como de fato enviou e o Correio publicou (leia).

Pois bem. Uma denúncia desse porte requer que o denunciante tenha provas contundentes do que está falando ou, no mínimo, apresente indícios consistentes que possam provocar uma investigação profunda, seja da Polícia Civil ou do Ministério Público (MP). Isso é uma coisa muito séria. Levantar que uma pessoa estava com uma mala de dinheiro, comprando filiados para partidos políticos é muito sério, pois, dependendo do “quilate” político do acusado e se a denúncia restar comprovada pelas autoridades encarregadas de investigar os fatos as consequências podem ser devastadoras para uma ruma de gente. 

Agora, procurar a Polícia ou o MP para dizer “viu doutor (delegado ou promotor) me disseram que fulano de tal está em tal hotel cheio de dinheiro, aliciando pré-candidatos a isso ou aquilo” é o mesmo que destruir o próprio pé com um tiro de “12”. Não sei se foi isso o que aconteceu neste caso, pois não tive acesso ao boletim de Daniel Messias e muito menos sei o que ele apresentou (de prova ou indício) à polícia. Isso é muito delicado, pois se no final das contas a polícia concluir que houve “falsa comunicação de crime” aí nem preciso dizer quem sairá mal nessa “fita”. Vamos aguardar o desenrolar desse babado e qualquer novidade relevante conto pra vocês.

Falando em mala de dinheiro, lembrei de um “caboclo” que no ano de “19.. e lá vai cacetada” foi buscar uma “pretinha recheada de onças” em um determinado estabelecimento e não conseguiu resistir à tentação: vazooooou direto para a Praia de Iracema, em Fortaleza,  (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas). Quem mandou ele ir buscar a bufunfa, o aqué,  tá esperando até hoje (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas). Agora, ganha um doce quem adivinhar porque ninguém deu parte do espertinho, que nunca mais pisou os pés em solo paulinense. Mas também, naquela época, vários faziam esse tipo de “serviço”. Hoje, não. Um só e de confiança basta, não tem erro.

Gente, está quase pronto o NOVO SITE DO CORREIO PAULINENSE, que vem com a assinatura do queridíssimo e renomado publicitário Vinicius Ziggiatti, da Emblema Comunicação e Marketing, de Paulínia. Vinícius e sua competente equipe estão trabalhando firme para que, em breve, possamos oferecer a vocês um site jornalístico mais dinâmico, interativo, e gostoso de se navegar. Mas, temos outra novidade também, só que essa não posso adiantar, por enquanto. Pois é, “aqui, os babados continuarão fervendo”. Aguardem!

Por hoje, é só. Fiquem todos na PAZ DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO. Que Ele continue nos guiando, abençoando e protegendo. Muitos beeeeeeeeeijos e abraaaaaaaaços. Au revoir!

Foto: Ilustração/Internet

Comentar