Funcionários da EMEI Rosa, Creche Felipe, e Escola Lozano são treinados para situações de emergência, como...

Da Redação
12/04/2016 12:22:00
Funcionários da EMEI Rosa, Creche Felipe, e Escola Lozano são treinados para  situações de emergência, como primeiros socorros e incêndio

[imagem] Segundo a Prefeitura, o curso de Brigadista garante às unidades escolares municipais o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB)


Todos os servidores da EMEI “Rosa Vassalo Secomandi” e Creche “Felipe Macedo Barros”, que atendem crianças de 0 a 6 anos, e oito funcionários da EMEF “Prefeito José Lozano Araújo” participaram do treinamento de Formação de Brigada de Incêndio, promovido pela Secretaria de Recursos Humanos (SRH), por meio do Departamento Especializado de Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho – DEESMT.

Segundo a Prefeitura de Paulínia, além de garantir às unidades escolares municipais o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB), “o treinamento atende à legislação do Corpo de Bombeiros, em especial a IT (Instrução Técnica) 17, que determina o dimensionamento da brigada (número de integrantes), carga horária do curso e conteúdo programático, que inclui conhecimento sobre o objetivo, a formação, funcionamento e atribuição da brigada de incêndio, equipamentos portáteis e fixos de combate a incêndio, Primeiros Socorros e outras informações pertinentes”.

Primeiros socorros, com simulação de atendimento de vítimas, manuseio de extintores, hidrantes, mangueiras e evacuação da edificação, em casos de incêndio, fizeram parte da grade do curso, ministrado pelos profissionais da Segurança do Trabalho e Enfermagem do Trabalho (Enfermeiras Jamile e Keli), pertencentes ao DEESMT/SRH. As unidades escolares e todos os funcionários que participaram do treinamento receberam certificados de formação de Brigadista.

“A proposta da administração municipal é trazer mais conhecimento para todos os servidores, além de levar atendimento para as escolas municipais e demais setores da Prefeitura”, comentou a assessoria de imprensa do governo Pavan. 

Foto: PMP/Divulgação

Comentar