CÂMARA DEVE DERRUBAR “PL DO EMPREGO”; Da Bola, foi ou não foi? OITO FORAM; É o Zé Coco? Candidatos estreantes...

Da Redação
22/03/2016 15:34:00
CÂMARA DEVE DERRUBAR “PL DO EMPREGO”; Da Bola, foi ou não foi? OITO FORAM; É o Zé Coco? Candidatos estreantes são “balas de prata”, até 02 de abril; LAMENTÁVEL E DECEPCIONANTE!

[imagem] Boaaaaaaaaaaaaaaaa taaaaaaaaaaaaaaaarde meus amooooooooores! A semana passada inteeeeeeeeeeeira foi frenética, politicamente falando. O ápice aconteceu na sexta-feira (18), último dia da “janela partidária” aberta pela Emenda Constitucional (EC) 91/16, quando vereadores e presidentes de partidos protagonizaram uma verdadeira corrida, bem ao estilo “Tom e Jerry”. A doideira foi tanta que o Presidente do PRTB, Hércules Duarte, tocou no Nextel do vereador Tiguila Paes, perguntando se era o Zé Coco (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas). Misericórdia!

No final da maratona, 8 (oito) vereadores trocaram de partido (VEJA QUEM FOI PRA ONDE), mudando a configuração partidária na Câmara. Angela Duarte (PRTB), João Pinto Mota (PSDC), Flávio Xavier (PSDC), Custódio Campos (PT), Gustavo Yatecola (PTdoB), Sandro Caprino (PRB) e Marquinho da Bola (PSB) permaneceram onde estavam. 


Corre a boca miúda que o vereador Marquinho da Bola (PSB) também teria trocado de partido, mas, até o presente momento, nada foi confirmado. Falei com a assessoria do vereador, que me disse não saber informar sobre isso. Também tentei falar com o próprio, mas não consegui. O máximo que consegui foi um “vamos aguardar”, de um amigo bem próximo do vereador.  Então, aguardemos.

Apesar do troca-troca partidário, permitido pela lei, a base do espirituoso Pavan (PSB) na Câmara não foi alterada numericamente, com a maioria absoluta (13 vereadores) aliada ao governo “Trabalho que Se Pode Ver”. Entretanto, os bastidores das mudanças de partido deixaram muito claro que “nem todo aliado, está aliado, de verdade”. Faz parte do jogo.

Terminada a corrida por vereadores de mandato, continua em curso a caça aos pré-candidatos de primeira viagem à Câmara, sobretudo, os “bons de voto”. Nesta fase, todos são tratados pelos partidos que os desejam como verdadeiras “balas de prata” – pelo menos, até o dia 02 de abril, último dia para quem não tem mandato e pretende disputar filiar-se a um partido político.  Depois disso, vem a realidade: os presidentes partidários separam quem realmente tem condições de jogo (chances de serem eleitos), e o resto vão levando na barrigada – só na “embromation”.

Toda eleição é assim, aliás, o jogo é assim. E, pra ferver ainda mais  o barraco de “Matilde Casillas” (El señor de los cielos) , este ano, pintou até um “faxineiro” na área – com ele, todo cuidado do mundo é pouco, pois primeiro chama para o grupo, depois denuncia na "calada da noite",  manda o conselho de ética tomar a cadeira do caboclo, sem dó nem piedade, e pede para o suplente preparar o terno e a gravata para a posse  (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas).

E a novela “Dixon X PSDB” parece estar chegando ao fim. Ontem, 21, a assessoria do prefeiturável me disse que a saída dele já foi protocolada no Diretório Municipal, entretanto, a Regional e Estadual do partido teriam pedido até amanhã, para decidirem o que realmente vai acontecer. Por outro lado, a ida de Dixon para outro partido, provavelmente o PP (Partido Progressista), já é dada como certa. Ainda segundo a assessoria, mais de 300 filiados tucanos e metade dos membros do atual diretório seguirão com Dixon para a nova legenda. Nas redes sociais, simpatizantes e contrários à candidatura Dixon estão travando intensos debates. Continuaremos aguardando e espiando.

Falando nas redes socais, é uma pena ver pessoas intelectualmente bem avançadas metidas em “bate-bocas” desnecessários, postando mentiras sobre outras, e atacando pessoas gratuitamente, sobretudo, por desejo de vingança pessoal. É inacreditável. Não consigo entender. Hoje, vejo claramente a manipulação de dados e informações, com o único intuito de prejudicar apenas uma pessoa. Lamentável e decepcionante, maaaaaaaaaaas é vida e luta que seguem. 

Hoje (22) a Câmara deve finalizar a votação do projeto de lei que obriga empregos para paulinenses no polo industrial da city. Os autores da proposta, Tiguila Paes (PPS) e Doutor João Mota (PV) continuam firmes na defesa da mão de obra local nas empresas terceirizadas, especialmente as contratadas pela Refinaria de Paulínia. A matéria promete gerar novos debates, e a expectativa entre os trabalhadores que lutam por emprego na city é muito grande. Levando em consideração as últimas discussões sobre a constitucionalidade do tema, o mais provável é que o projeto seja derrubado pela maioria. Pois é, pois é!

Bem, meus amoooooooores, por hoje é só. Que DEUS, NOSSO SALVADOR, NOS GUIE E PROTEJA SEMPRE. Uma semana abençoaaaaaaaaaada para todos nós. Muitos beijos e abraços. Au Revoir!

Foto: CMP

Comentar