QUEM MANDA NO PSDC, SOU EU, diz Laércio; Com Danilo Barros, já são “CINCO, SEM PARTIDO”; Correio...

Da Redação
11/03/2016 16:25:00
QUEM MANDA NO PSDC, SOU EU, diz Laércio; Com Danilo Barros, já são “CINCO, SEM PARTIDO”; Correio “Pavanense”, Correio “Zecoquense”; LUCILA, PREFEITA?; As “almas sebosas” piram!

[imagem] Boaaaaaaaaaaaaa taaaaaaaaaarde meus amooooooooores!  Para querer "tomar algo" de alguém é preciso, sobretudo, ter motivos legais para isso. O sujeito não pode querer tomar a casa do vizinho só porque ele o incomoda, com som alto todas as noites, por exemplo. Neste caso, ó incomodado chama a polícia, informa a perturbação de sossego, e manda o vizinho escutar Anita, no volume 10, láááááááá nos quintos (gargalhaaaaaaaaaaaaaaadas) - certo? Mas, tem gente que não pensa e nem age dentro dos conformes legais, pertinentes a cada caso. Simplesmente, DECIDE TOMAR ALGO DE ALGUÉM, SEM PASSAR PELA JUSTIÇA. Pode isso, Chica? 


O cara faz a tramoia, a tramoia não saí conforme o esperado, e a ele ainda tem a cara de pau de dizer que quem não presta é quem ele queria (e continua querendo) lesar. Ahhhhhhhhh, váááááá!!! Se algo que nos pertence está com alguém temos, sim, que exigir o que é nosso por direito, mas tudo dentro da lei. Se a Justiça julgar procedente, manda devolver o que, de fato e de direito, é nosso, caso contrário (improcedente) é porque o que pedimos, realmente, não nos pertence, nem de fato e muito menos de direito. Simples! Capiche?

Correio “Pavanense”, Correio “Tiguilense”,  Correio “Zecoquense”, Correio “Caprinense” (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas). As almas sebosas podem trocar o nosso “Paulinense” por qualquer outro “ENSE”, pois quanto mais propaganda, melhor -  os acessos só bombam! As “sebosas” ficam todas revoltadinhas comigo, porque, aqui, as verdades sobre as tramoias na “calada da noite” aparecem, os detalhes sórdidos gritam, e as mentiras tombam, direta ou indiretamente. Antigamente, além das armações prosperarem, os armadores escrachavam suas vítimas em público, sem que ninguém contestasse ou mostrasse o outro lado, o verdadeiro lado. Hoje, não.  Tudo vem a público, na velocidade da internet. Por isso, “elas” ficam viradas na besta fubana comigo (gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas). 

Mudando de assunto. Com Danilo Barros, que oficializou ontem (10) a sua saída do PCdoB (antecipada por mim, faz tempo), já são cinco vereadores “sem partido” na city. Valadão deixou o PROS, Tiguila Paes, o PRTB,  Zé Coco, o PTB, e Edilsinho Rodrigues, o PPS.  Conversas de bastidores apontam que pelo menos mais um vereador deve aproveitar a "janela partidária", sem prejuízo do mandato: o Doutor João Mota (PT), que está de namoro com o PV de Jorge Tuta.  Pois é, quem tem mandato e pretende mudar de partido tem até o próximo dia 18 para “vazar” e começar vida política nova.

Ao contrário de deputados e vereadores, prefeitos não precisam usar a “janela partidária”, podem trocar de legenda a qualquer tempo, antes das eleições, claroooooo. Então, neste caso, por aqui, a única coisa que faz a torcida do Corinthians e eu roermos todas as unhas é a participação ou não do espirituoso Pavan na disputa desse ano. Para quem ainda não entendeu direito essa intrigante questão, é muito simples de entender. Vamos lá >>> 

Pavan (PSB) governou a city de janeiro a julho de 2013, e voltou a governar em fevereiro do ano passado. Pois bem: se a Justiça Eleitoral entender que esses dois períodos correspondem a dois mandatos, obviamente, o espirituoso não poderá disputar um terceiro mandato. Agora, caso contrário, ele poderá, sim, disputar a reeleição. Um entendido em eleitoral me disse que as chances, tanto para sim, como para não, são “meio a meio”. Então, a nossa única alternativa é a mesma de sempre: esperar!

Enquanto isso, as especulações, sobretudo, em torno de um cenário sem Pavan (PSB) na disputa, só aumentam. Agora, a amadaaaaaaaaaa Lucila Pavan é a bola da vez, na lista de supostos pré-candidatos governistas à tão cobiçada indicação do espirituoso.  Os bochichos aumentaram ainda mais com a inauguração, no Dia Internacional da Mulher, da Página Política da primeira-dama no Facebook. Com Lu, incluída pela “rádio peão”, já seriam seis pavanistas (um deles, nem tanto assim) neste suposto “páreo”: Angela “Angelitaaaaaaa” Duarte (PRTB), Fiorella (PP), Yatecola (PT do B), Valadão (sem partido), e até (misericórdiaaaaaaaaaaa, gargalhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaadas) Sandro Caprino (PRB). Não quero ser estraga prazer, mas fontes muuuuuuito próximas do espirituoso asseguram que, de um jeito ou de outro, ele será o candidato, e ponto final. 

O amado Laercio Giampaolli me ligou desmentindo que nas conversações com o prefeiturável Dixon Carvalho (PSDB) teria exigido uma conversa do tucano, quase “fora do ninho”, com o ex-prefeito Edson Moura, caso Dixon quisesse disputar a Prefeitura pelo PSDC. “Sou Presidente do PSDC na City, e Vice da Executiva Estadual, portanto, quem manda no partido, aqui, sou eu, e mais ninguém. As decisões são estritamente minhas”, esclareceu o também ex-secretário de Transportes, no governo Moura Junior (PMDB).

Além disso, Laércio afirmou que “está conversando com todos os prefeituráveis”, e que isso faz parte do ofício de presidente partidário. Certíssimo, tem que conversar com todo mundo mesmo e não deixar ninguém mandar no seu partido, dizendo o que ele deve ou não fazer. Bravoooooo!!! Ainda sobre Laércio, um passarinho me contou que o filho dele foi exonerado hoje (11) da assessoria do vereador Flávio Xavier (PSDC). O que aconteceu, hein? 

Amados meus, amadas minhas, por hoje, é só; UM FIM DE SEMANA ABENÇOADO E PROTEGIDO POR DEUS! Muuuuuuuitos beijos e abraços. Au revoir! 

Foto: Correio Imagem/Arquivo

Comentar