Homem mata amigo à facada, após discussão em padaria no Jardim Planalto: Gustavo Carvalho de Oliveira, de 63 anos, chegou a ser...

Da Redação
14/02/2016 22:09:00
Homem mata amigo à facada, após discussão em padaria no Jardim Planalto: Gustavo Carvalho de Oliveira, de 63 anos, chegou a ser socorrido, mas acabou falecendo no HMP

[imagem] O crime aconteceu na tarde de ontem (13) e chocou amigos e familiares do autor e da vítima: “por uma futilidade”, disse o delegado Evangelista.

A história de amizade entre Ivaldo Aparecido de Oliveira, de 53 anos, e Gustavo Carvalho de Oliveira, de 63, terminou em tragédia na tarde de ontem (13). Pedreiros de profissão, os dois trabalhavam e andavam sempre juntos. Eles passaram o sábado enchendo a laje de uma residência e em seguida, como costumavam fazer sempre após um dia de trabalho, foram beber em uma padaria no Jardim Planalto. “Por uma futilidade, uma vez que o outro (a vítima) estava caçoando, zombando do rapaz (o acusado), ele acabou dando uma facada no próprio amigo, que veio a falecer”, relatou, agora há pouco ao Correio, o delegado Marco Evangelista, titular da Polícia Civil de Paulínia


Gustavo foi levado ainda com vida para o Pronto Socorro do Hospital Municipal de Paulínia, mas não resistiu ao ferimento. “Ele sofreu uma hemorragia interna muito forte”, afirmou o delegado. Nossa reportagem não conseguiu apurar se o pedreiro morto era casado e tinha filhos. Ivaldo foi preso em flagrante e encaminhado ao presídio de São Bernardo, em Campinas, de onde deverá ser transferido para o complexo penitenciário de Hortolândia.

O acusado deve responder por homicídio qualificado, cuja pena pode chegar a 30 anos de reclusão. “Estamos todos em choque com essa tragédia”, disse um amigo da família do pedreiro preso. 

ATUALIZAÇÃO À 00h:13min

A leitora Roberta Ricci, da Transportadora Transcelestial, onde, segundo ela, Gustavo Carvalho de Oliveira trabalhou alguns anos, nos informou que ele era motorista carreteiro de profissão (e não pedreiro, como afirmamos acima), deixou duas filhas e no momento não era casado. "Certamente estava fazendo algum bico. Um homem muito honesto, respeitador e brincalhão com todos. Muito triste perder a vida por causa de uma gozação boba. Que Deus o tenha num bom lugar", disse ela.  

Foto: Internet/Ilustração

Comentar